jump to navigation

PINHEIRÃO: DO AUGE AO ABANDONO outubro 15, 2010

Posted by Barbosa in 4JOAN, Cidadania, Cultura, Esporte, Eventos, História, Lazer, Moradores, Segurança, Tarumã.
Tags: , , ,
1 comment so far

Por: David Musso, Denis Barbosa e Ramon Assis

 

Em 1985, o projeto inicial do Pinheirão, de Ayrton Cornelsen, foi apresentado pela construtora HD, de Carlos Eduardo Andrade e Carlos Eduardo Almeida.

 

Projetado inicialmente para comportar cerca de 120 mil pessoas; famoso por ter sido palco de disputas históricas, como entre Brasil e Chile em 1986, sediou os timesdo Atlético-Pr e Paraná Clube durante reformas nos respectivos estádios, e foi sede do Real Brasil em 2006, e; por ter subsidiado uma pista modelo de atletismo, o “Elefante Branco”, interditado desde 2007, é famoso hoje por outros motivos.

Por oferecer abrigo a dois cães de guarda, bem como servir de casa esporádica para moradores de rua, as dependências decadentes do Estádio Pinheirão são utilizadas corriqueiramente para acolher indivíduos carentes nas noites frias e chuvosas da capital paranaense.

Para ser reutilizado, o estádio, inaugurado em 1985, precisa ter suas dívidas pagas (que chegam a R$ 63 mi) e diversas reformas, que revitalizariam o Elefante, devem ser feitas. “Para abrir o estádio e possibilitar a realização de jogos, cerca de R$ 2 mi deveriam ser investidos”, garante Hélio Curi, presidente da Federação Paranaense de Futebol.

O problema maior do estádio é a penhora de cerca de R$ 50 milhões por dívidas com o INSS, prefeitura de Curitiba e outros credores menores – entre eles o Atlético e o advogado Augusto Mafuz.

Como não houve recurso o estádio ficou lá, esquecido, e a sombra do abandono deixada pelo “assombroso” Pinheirão atrapalha até quem mora próximo a ele. “Uma região que poderia ser muito mais valorizada se ela fosse mais bonita e conservada”, comenta a Ana Carolina Rocha, moradora da região. “Deveria ter alguém que se preocupasse com a qualidade de vida dos moradores”, completa.

Enquanto isso não for resolvido, é provável que a vizinhança do elefante branco continue sofrendo os reflexos maléficos da construção que não pode ser passada adiante. Isso se é possível esquecer um estádio daquele porte.

O que se desenhava como um melancólico desfecho pode sofrer uma reviravolta. Antes rejeitado, o estádio pode até dar sua contribuição para a Copa em Curitiba. Com a indicação da Arena da Baixada para o mundial, o que parecia ser o último prego no caixão, é uma das prováveis fontes de uma sobrevida para o Pinheirão. O Atlético ficará “sem teto” durante as obras de conclusão da Arena, por cerca de dois anos, e pode precisar da outrora desprezada hospedaria.

Anúncios

Parque Tupã estimula o comércio ambulante de alimentos na Avenida Victor Ferreira do Amaral dezembro 17, 2009

Posted by Christiano Kubis in 4JOAD, Alimentação, Cidadania, Comércio, Cotidiano, Cultura, Economia, Eventos, Lazer, Tarumã, Trabalho, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

Christiano Kubis

Há oito anos o garçom aposentado Derli Claudio Soares trabalha na venda de espetinhos no local, e há cinco anos é uma figura recorrente em estádios de futebol e  grandes eventos pela cidade. “Eu gosto é de movimento, gosto de fazer fumaça e vender muito espetinho. Como o meu produto é barato e custa apenas R$2,00 preciso ganhar na quantidade, em um dia movimentado consigo vender até 350 espetinhos. Tenho um cardápio variado, barato e com qualidade que inclui carne bovina, carne de frango e coraçãozinho de galinha.”, afirma Derli, mais conhecido como Senhor Claudio.

Ao Lado da barraca do Senhor Claudio está a Luciana Miler Ferreira, com seus crepes de massa de panqueca com queijo parmesão, que ela comercializa há quatro anos. “Foi uma forma que achei de complementar a minha renda e não depender financeiramente do meu marido”, afirma Luciana.

Feitos em uma chapa que esquenta a uma temperatura de 300 graus, os crepes custam R$2,50 cada. “Vendo aqui no Parque Tupã há dois anos, a minha chapa consome muita energia elétrica, o bom é que os responsáveis pelo parque nos fornecem energia e até nos avisam quando vem para Curitiba”.

A simpática Luciana Miler Ferreira aproveita o movimento do Parque Tupã para engordar a renda da sua família com bom humor. Foto: Christiano Kubis

Com R$3,00 também é possível comprar um cachorro-quente da Neusa Aparecida da Silva, que há 16 anos corre para o seu “ponto” assim que recebe a notícia de que o parque chegou ao local.

Ela é manicure e depiladora de uma grande rede de salões de beleza da cidade e nessa época do ano enfrenta uma dupla jornada de trabalho. “Meu dia começa bem cedo, sou a primeira a montar a barraca. Sempre contrato uma pessoa para comercializar e não perder de ganhar dinheiro enquanto estou no salão, depois que saio de lá venho correndo e fico por aqui até o parque fechar”.

Com um “ponto” privilegiado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, Neusa garante empolgada que o esforço vale a pena, pois consegue vender entre 100 e 200 cachorros-quentes ao dia. Fora da temporada a equipada barraquinha fica muito bem guardada a espera do próximo ano.

Quando o parque fecha e as luzes se apagam, o Senhor Claudio desmonta toda a parafernália rapidamente e espera a churrasqueira esfriar. Luciana aguarda a chegada do marido ansiosa para ir para casa e ver a filha de apenas um ano. E a Neusa que todos os dias monta e desmonta sua barraca sozinha, sai satisfeita e feliz para descansar e recuperar as energias para o próximo dia de trabalho.

Tupã está de volta a Curitiba
Como chegar ao Parque Tupã
Conheça a estrutura do Parque
Conheça a história do Parque

Parque Tupã faz mudanças de planejamento dezembro 17, 2009

Posted by julianyared in 4JOAD, Cotidiano, Cultura, Lazer, Tarumã.
Tags: , , , ,
2 comments

O Parque Tupã, que estreou ao lado do Pinheirão na última nesta sexta-feira (12), reduziu o número de atrações para 17 atrações. Os brinquedos infantis perderam dois brinquedos e os chamados radicais (Montanha Russa, Kamikaze e Evolution) perderam um por falta de lubrificação nas engrenagens. O parque continua na cidade até a data programada, até o carnaval. O horário muda. Terça a domingo, das 13h30 às 22h. Os ingressos poderão ser adquiridos na bilheteria nos mesmos valores, são de R$ 15 para os dias úteis e de R$ 20 para os fins de semana. E para denunciar cambistas, ligue para o número (41)32266069. 

Para ressaltar o Parque está localizado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, 2.300 – Tarumã. Para você que vem do Centro os ônibus indicados são: Pinhais/ Guadalupe (Terminal do Guadalupe) e  Detran / Vicente Machado (Praça Carlos Gomes). Se você estiver no Terminal do Cabral poderá pegar o Interbairros 2. Além desses conseguidos pela reportagem, quem estiver em Santa Felicidade é só pegar o Bairro Alto/Santa Felicidade, para em frente ao Pinheirão, e quem está nas Mercês o indicado é o Inter 2/Ligeirinho. O telefone para contato é (41) 4102-3422. O uso de objetos que possam cair não é aconselhável, pois se perder em algum brinquedo, o parque não se responsabiliza. O valor do guarda-volumes subiu de preço após uma cliente reclamar que quebraram seu óculos, agora é R$ 4,00.

Sobre essas alterações surgiram inúmeras reclamações. Ressaltaram que um parque de 31 anos de história e conhecido por cidades importantes do Sul do país, tem que possuir um melhor planejamento. Além da capacidade ter sido reduzida para 1.900 pessoas. “Um parque tem que aumentar! Não pode diminuir, reduzir, entre outros termos. “Isso está uma palhaçada, e eu vimem um parque, não em um circo.”, indaga Ligo Zinn frequentador do parque há 6 anos. Para Fernando Magotte , toda empresa passa pelos seus altos e baixos: “Isto acontece. Tem que dar uma folga para o pessoal se recuperar. Sempre fui bem atendido e é isso que conta”. Mais informações sobre o Parque você pode encontrar no site: http://www.parktupa.com.br.

Leis para ciclistas dezembro 7, 2009

Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
Tags: , , , , , , , ,
1 comment so far

O código de trânsito brasileiro prevê normas para a circulação de bicicletas, ainda desconhecidas de muitos. Segundo a legislação brasileira de trânsito, na falta de ciclovias o ciclista deve andar pela rua, a um metro e meio de distância das bordas. Além de seguir as mesmas normas obrigatórias aos veículos, o código também prevê o uso de alguns equipamentos obrigatórios como espelho retrovisor do lado esquerdo, olhos de gato e buzina.

http://www.transportes.gov.br/bit/trodo/codigo/index.htm

http://www.ippuc.org.br/

A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
Ciclovias de Curitiba
Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
Economia para quem utiliza a bicicleta
Quanto custa a brincadeira
O que é o cicloturismo
As dificuldades em aderir ao uso da bike

Projetos visam melhora da situação no Tarumã e em outros bairros dezembro 7, 2009

Posted by marilainemartins in 4JOAD, Moradia, Tarumã.
Tags: , , , ,
3 comments

A UniBrasil, juntamente com outras instituições, já participou de campanhas para refazer a mata ciliar do Córrego Capão da Imbuia, veja notícia.

www.unibrasil.com.br/noticias/detalhes.asp?id_noticia=5198

A prefeitura também tem projetos para proteger as laterais do Córrego Capão da Imbuia desde o início de 2009, confira.

www.ticokuzma.com.br/portal/articles_545_Prefeitura-vai-construir-protecao-em-corrego.html

Cajuru sofre com a poluição do Rio Belém, mas medidas tomadas pela Prefeitura visam recuperação, obtenha mais informações.

https://zonaleste.wordpress.com/2008/12/23/rio-belem-pode-ser-salvo/

Situação é diferente de anos atrás dezembro 7, 2009

Posted by marilainemartins in 4JOAD, Moradia, Moradores.
Tags: , , , ,
3 comments

Há cerca de dez anos, o córrego, que passa pelo Capão da Imbuia, pelo Tarumã e deságua no Rio Bacacheri, sendo ele um dos principais afluentes do rio, não trazia problemas de enchentes, tão pouco era poluído. Suas águas eram limpas e o que havia em suas margens era uma mata ciliar densa. Segundo Joaquim Silva, morador da região do Capão da Imbuia, há 30 anos, as crianças brincavam no córrego e era possível até pescar nele, uma situação bem diferente do que se tem hoje.

Esgoto agrava ainda mais o problema dezembro 7, 2009

Posted by marilainemartins in 4JOAD, Moradia, Moradores, Tarumã.
Tags: , , , ,
2 comments

Esgoto é despejado diretamente no córrego.

 

O córrego conta, tanto na região do Tarumã, como na região do Capão da Imbuia, com esgotos despejados em suas águas, o que agrava ainda mais o problema das enchentes. Além de ser um dos fatores causadores do problema, leva água muitas vezes contaminada para dentro das casas. Nagila Tah relata a situação após três enchentes ocorridas nos últimos três meses. “A gente perde tudo que tem, alimentos, móveis e roupas. Tudo fica com um cheiro insuportável”. A população não conta com quase nenhuma ajuda quanto à restituição do que se perdeu.

Chuvas de verão alagam casas no Tarumã dezembro 7, 2009

Posted by marilainemartins in 4JOAD, Moradia, Moradores, Tarumã.
Tags: , , ,
2 comments

 

Moradores do Tarumã sofrem com as frequentes enchentes.

As enchentes decorrentes das fortes chuvas da estação trazem problemas às famílias que moram as margens do Córrego do Capão da Imbuia. Em poucos minutos de chuva, a água sobe, deixando a população apreensiva. “Foi preciso segurar minhas filhas, para que elas não fossem carregadas pela correnteza”, disse a moradora Nagila Tah, de 22 anos, mãe de duas crianças, de quatro e oito anos. 

Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
Tags: , , , , ,
add a comment

            O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

            Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

            Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

Alagoas marca presença no Jockey Club do Paraná dezembro 4, 2009

Posted by laaaarih in 4JOAN, Jockey Club do Paraná, Tarumã, Trabalho.
Tags: , , , ,
4 comments

“Nossa vida é isso aqui”, conta Clóvis dos Santos, cuidador de cavalos. Foto de: Francielle Costa

Frequentadores assíduos do Jockey Club do Paraná (JCPR), no bairro Tarumã de Curitiba, talvez já tenham percebido. Porém, não é de conhecimento comum que o estado de Alagoas esteja tão presente dentro do clube. Em média, cerca de 50 cuidadores de cavalos são alagoanos. E o que mais chama atenção é que a maioria compartilha o mesmo sobrenome, isto é, tem alguma ligação familiar, ou já se conheciam em seu estado natal. Esta migração ocorre anos a fio.

Reportagem: Larissa Ilaídes e Maicon Jefferson Secco

Leia mais:

Conexão Tarumã-Dubai

Meu mundo num Jockey

Dados numéricos

Conexão Tarumã-Dubai dezembro 4, 2009

Posted by laaaarih in 4JOAN, Jockey Club do Paraná, Tarumã, Trabalho.
Tags: , ,
4 comments

São pessoas simples, de alegria contagiante que cuidam dos treinados cavalos de raia. A migração ocorre de maneira muito informal. “A gente vai um puxando o outro”, conta Clóvis dos Santos, 29, que está no Jockey há quatro anos. Quando surge uma vaga, eles se contatam e na maioria das vezes, dá certo. A principal motivação da mudança para o Paraná é a busca por um novo horizonte de trabalho, de vida e a carência de oportunidades em Alagoas. Silvano Gomes Clemente tem apenas 23 anos, mas já passou por experiências inesquecíveis. Dentre elas, está a viagem à Dubai. Devido a etapas mundiais de turfe, ele já pisou em terras árabes duas vezes, e agora se prepara para a terceira viagem, que será em dezembro. “Cuidar não é trabalho fácil, mas devo tudo que tenho a essa profissão”, afirma com grande orgulho.

Leia mais:

Alagoas marca presença no Jockey Club do Paraná

Meu mundo num Jockey

Dados numéricos

Meu mundo num Jockey dezembro 4, 2009

Posted by laaaarih in 4JOAN, Jockey Club do Paraná, Tarumã, Trabalho.
Tags: , ,
4 comments

A rotina de um cuidador começa cedo, antes do sol raiar. Por volta das 5h30 da madrugada começam a limpar as cocheiras, depois o dia se resume em dar banho nos cavalos e levá-los para galope na raia específica. Trabalham até as 18h e assim que acaba o expediente o rumo é certeiro: ir para a arquibancada, assistir, torcer, tomar uma cerveja e apostar por simples diversão – pequenas quantias quando comparadas às maiores apostas. Além de trabalhar no clube, os cuidadores nordestinos moram no Jockey em alojamentos planejados. Quando indagados se conhecem a cidade que os abriga, simplesmente respondem “não muito”. O lazer não é muito variado. Vez em quando vão á balada sertaneja Victoria Villa (que fica ao lado do clube) ou aos bailões arrasta-pé da redondeza. Em resumo, é a vida que gira em torno do JCPR.

Leia mais:

Alagoas marca presença no Jockey Club do Paraná

Conexão Tarumã-Dubai

Dados numéricos

Moradores do Tarumã sofrem com falta de bancos outubro 6, 2009

Posted by unicoprodutosnaturais in 4JOAD, Comércio, Cotidiano, Economia, Moradores, Tarumã.
Tags: , ,
2 comments

Nos bairros do Tarumã e Capão de Imbuia a disponibilidade de agencias bancaria é precário. A região é ocupada por diversos comércios o que transparece a necessidade de bancos, para prestação de serviços a população. Para dispor deste serviço é necessário deslocar – se até o bairro mais próximo, no caso, o Alto da Xv ou no Centro, onde se encontra bancos públicos e privados.

(mais…)

Trânsito Irrita quem utiliza Principal Avenida do Tarumã outubro 6, 2009

Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Tarumã, Transporte.
Tags: , ,
2 comments

Filas enormes, buzinas e stress, fazem parte do dia-dia dos motoristas curitibanos. A Capital paranaense tem hoje o maior número de carros por habitantes do Brasil. A frota de veículos cresceu 39% nos últimos 5 anos. Segundo estimativas do Detran, estes números podem dobrar em 10 anos, se as taxas forem mantidas.
Neste universo, que todos os dias, o fisioterapeuta Wladir Do Valle Neto, 26 anos, passa parte de seu tempo. Ele Mora no Bairro do Bom Retiro e trabalha em um hospital na BR-116. A Avenida Victor Ferreira do Amaral é o caminho utilizado por ele. “É mais difícil enfrentar o trânsito do que a rotina de um hospital”. Já gastou 1h20 para percorrer o trajeto de 8Km do Hospital até sua casa.
Esta Avenida é uma das principais do Bairro Tarumã. Todos os dias, nos horários de maior movimento, é comum ver longas filas de carros, caminhões e motos. Cada um tentando encontrar uma forma sair da confusão. O que contribui para o aumento do congestionamento e acaba por ocasionar acidentes.
Outra pessoa que também utiliza a mesma Avenida é Diego A. Soares, 20 anos, monitor de informática. Ele mora em Colombo e trabalha próximo ao Detran. “Dentro do ônibus o pessoal costuma ficar muito irritado, são até mal educados”. Chegou a ficar até 20 min. dentro do ônibus, em um pequeno trecho da Victor Ferreira.
Atualmente, a cidade tem um veículo para 1,63 habitantes. Se somarmos as regiões metropolitanas, este número sobe para 1,5 milhões de veículos. O fluxo diário entre as cidades agrava circunstancialmente a situação. É grande o número de pessoas que moram em cidades como, Pinhais e Araucária, e que trabalham na capital ou que fazem o caminho inverso.

Escolas da Zona Leste convivem com falta de segurança setembro 28, 2009

Posted by rodrigoapx in 4JOAD, Bairro Alto, Segurança, Tarumã.
Tags: , ,
6 comments

Algumas instituições de ensino do Bairro Alto e do Tarumã não possuem sistema de vigilância. A reportagem esteve em três escolas e em uma faculdade da região, e constatou que se pode circular no interior de alguns destes lugares sem fornecer nenhuma identificação. (mais…)

Trecho complicado agosto 31, 2009

Posted by ricardocode in Tarumã.
Tags: , , ,
1 comment so far

mapa

O trajeto do cruzamento da rua Konrad Adenauer com a avenida Victor Ferreira do Amaral, até o trevo do Tarumã, é de 1,5 km, e em horários de pico, a via fica congestionada. O motorista precisa ter muita paciência, pois percorrer esse trecho pode demorar até 15 minutos.

Número de carros aumenta na Victor do Amaral agosto 31, 2009

Posted by MarciaStoppa in Tarumã, Transporte.
Tags: ,
3 comments

Em apenas uma hora, passam aproximadamente 1900 veículos na Victor Ferreira do Amaral sentido Pinhais/Curitiba. No dia 31 de agosto, das 8h47 às 9h24, circularam 951 veículos no cruzamento com a Konrad Adenauer. (mais…)

Cruzamento sinalizado, mas com problemas agosto 31, 2009

Posted by Karine Rosa in 4JOAD, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
Tags: , ,
3 comments

A sinalização no cruzamento entre a Rua Konrad Adenauer e a Avenida Victor Ferreira do Amaral no Tarumã possui oito semáforos, placas de trânsito, rampas para os cadeirantes e faixas de pedestres. (mais…)

Está dada a largada junho 27, 2009

Posted by guilhermegiorgio in Esporte, Eventos, História, Lazer, Tarumã.
Tags: , , , ,
1 comment so far

É assim, através da voz do locutor, que uma dose de adrenalina é despejada nas veias dos presentes no Jóquei Clube de Curitiba. Todo início de páreo representa expectativa e esperança a quem acredita na sorte e aposta em seu cavalo favorito. Quando os cavalos cruzam a linha de chegada, apenas alguns poucos comemoram. A grande maioria espera pelo novo páreo e por uma nova chance de ganhar.

Treino no Jockey Clube do Paraná (Foto: Guilherme Giorgio)

Treino no Jockey Clube do Paraná (Foto: Guilherme Giorgio)

(mais…)

Novas regras do Detran são mais rigorosas junho 26, 2009

Posted by natalierosa in Tarumã, Transporte.
Tags: , , , ,
add a comment

A nova legislação para tirar a carteira de motorista, em vigor desde 2 de janeiro, tornou o processo mais lento e caro, mediante ordens do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), aos Centros de Formação de Condutores (CFC). As alterações são nas aulas teóricas e práticas, como a inserção de mais 15 aulas teóricas e cinco práticas, assim como as taxas, que aumentaram cerca de R$ 150. (mais…)

Orelhões danificados deixam usuários descontentes junho 20, 2009

Posted by adrianalopes in Ruas, Tarumã.
Tags: ,
add a comment
telefone público em frente ao Paraná Clube na Rua Konrad Adenauer

Telefone público em frente ao Paraná Clube na Rua Konrad Adenauer

O depredação traz prejuízos às empresas de telefonia e dificulta a vida de quem precisa usar os telefones públicos. Na Rua Konrad Adenauer, no bairro Tarumã, existem apenas cinco telefones e dois deles não funcionam, estão com os vidros quebrados, cabines pixadas, botões estragados, vários adesivos colados e propagandas de garotas de programa. O aparelho funciona como se fosse um painel para exposição e venda de produtos, não um bem de ordem pública. Quem precisa usar os telefones não tem muita opção. “Dificilmente eu consigo fazer uma ligação nos telefones aqui na Konrad, um está com o vidro quebrado, no outro faltam botões. Se não bastasse tudo isso a sujeira também atrapalha, sempre fico com as mãos sujas depois que pego no telefone”, declara a estudante Sheila Matias de Souza.

Pedestres pedem calçada na Konrad Adenauer junho 19, 2009

Posted by Jenifer Magri in Ruas, Tarumã.
Tags: , , , ,
add a comment

O problema da Rua Konrad Adenauer com mais reclamações é a falta de calçada, como aponta a enquete feita pelo Capital da Notícia Zona Leste. Do lado do muro do Jockey Club existe barro e mato, do outro lado há uma ciclovia estreita, compartilhada por pedestres, que quando chove fica alagada. A opção é passar pelo barro ou pela rua.

calcadas-alagadas

O alagamento em dias de chuva prejudica trânsito de pedestres. Foto: José Rodrigues Silva Neto.

(mais…)

Ciclovia da Rua Konrad Adenauer tem melhores condições para ciclistas do que para pedestres junho 14, 2009

Posted by michaeljor in Cotidiano, Tarumã, Transporte.
Tags: , ,
add a comment

A ciclovia da Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, tem um trânsito grande de ciclistas. Os horários que contam com maior fluxo são das 7h às 7h45 e das 17h30 às 18h30, períodos de ida e retorno do trabalho. Diariamente em torno de 60 ciclistas percorrem a ciclovia. Em cada horário de pico, são aproximadamente 20.

Ciclista percorre a ciclovia da rua Konrad Adenauer

Ciclista percorre a ciclovia da rua Konrad Adenauer

(mais…)

Rua Konrad Adenauer faz diferença para o Tarumã junho 13, 2009

Posted by stehlagos in Bairro Alto, Capão da Imbuia, Ruas, Tarumã.
Tags: , , , ,
add a comment

A Rua Konrad Adenauer é uma das mais importantes para o bairro do Tarumã. Faz a ligação com o Bairro Alto, Jardim Social, Capão da Imbuia e município de Pinhais. A via possui aproximadamente dois quilômetros de extensão e abriga instituições importantes para a região. 

Começo e fim da Rua Konrad Adenauer

Localização: a Rua Konrad Adenauerestá entre o Jockey Club do Paraná e a Faculdade UniBrasil

(mais…)

Konrad Adenauer, minha pior lembrança junho 11, 2009

Posted by mayara09 in Cotidiano, História, Moradores, Ruas, Tarumã.
Tags: , ,
add a comment

A rua Konrad Adenauer é a pior rua da cidade na opinião de Pedro Ferreira, 25 anos, que perdeu seu pai Belarmino há dois anos. Tudo porque todos os dias às 7h30 da manhã ele é tomado por uma lembrança que não está totalmente enterrada. Leia o relato na íntegra. (mais…)

‘Eu gosto de mostrar para meus clientes a alegria que é viver’ junho 10, 2009

Posted by thaislaurindo in Comércio, Cotidiano, Moradores, Ruas, Tarumã.
Tags: , , ,
1 comment so far

Em dias quentes, a atração para quem passa pela Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, é uma kombi marrom. Aos 76 anos, Benjamim Elias Vieira é vendedor de caldo de cana há 35 anos e está há nove no mesmo ponto. Estacionado próximo à esquina com a Rua José Verissimo, acompanhou e participou do desenvolvimento da região. Leia mais sobre sua história e assista em vídeo como se dá a extração do caldo de cana.

Seu Benjamim, 35 anos vendendo caldo de cana.
Seu Benjamim, 35 anos vendendo caldo de cana.

(mais…)

Segurança a galope na Konrad Adenauer junho 8, 2009

Posted by Tatielle Euzébio in Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , ,
add a comment

2pm32

Na rua Konrad Adenauer, de um lado o Jóquei Clube do Paraná: corridas, diversão e apostas. Do outro a Policia Militar Montada – Cavalaria – seriedade, segurança, servindo a comunidade. Algo em comum e nenhuma semelhança. (mais…)

Melhora na iluminação pública depende de atitude dos moradores maio 30, 2009

Posted by Daiane Wichineski in Bairro Alto, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , ,
add a comment

Segundo o site da Secretaria de Obras não existe registro de ordem de serviço para as melhorias em iluminação e nem conclusão de obras na José Veríssimo. Isso mostra que mesmo com os riscos de assaltos, ninguém tomou a iniciativa de fazer alguma coisa para que isso mude.

Já o Departamento de Furtos e Roubos confirma que o número de ocorrências no local não é considerado alarmante, então o alerta é que realmente as pessoas que forem vítimas de assaltos e roubos na região denunciem ou pelo menos registrem o boletim de ocorrência (BO) para que a polícia possa tomar alguma atitude.

(mais…)

Falta luz na José Veríssimo maio 27, 2009

Posted by thaislaurindo in Bairro Alto, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , , , , ,
add a comment

O cheiro de maconha permanece forte pela redondeza da Rua José Veríssimo, entre o Tarumã e o Bairro Alto. A falta de iluminação da via é o principal atrativo para assaltantes e usuários de drogas. Mesmo com a denúncia feita por este veículo no ano passado, o barranco entre a ponte e o rio Tarumã continua sendo utilizado como ponto estratégico para a realização de práticas criminosas. (mais…)

Escola de futebol do Paraná Clube forma novos atletas dezembro 18, 2008

Posted by marcely08 in Esporte, Tarumã.
Tags: , , ,
45 comments

Na sede do Paraná Clube no Tarumã, aproximadamente 250 garotos de 10 a 17 anos treinam duas vezes por semana em busca da realização do sonho de ser jogador de futebol. Alguns atletas profissionais que treinaram na escolinha da sede são exemplos e espelhos para esses garotos. Jogadores do elenco principal do clube, como o goleiro Gabriel e Eltinho, atualmente no Flamengo, servem de inspiração e referência para os futuros craques. (mais…)

Pinheirão possui calçada da fama sem sucesso dezembro 10, 2008

Posted by amandasu08 in Esporte, História, Tarumã.
Tags: , , , ,
4 comments

Uma tentativa frustrada de calçada da fama é que o existe ao redor do estádio Pinheirão, no bairro Tarumã, em Curitiba. Ela está em péssimo estado de conservação. Algumas das placas foram roubadas e não há como identificar de quem é aquela pegada. O estádio foi interditado pelo Ministério Público há mais de um ano por irregularidades e falta de segurança. O Pinheirão deixa morrer gradativamente parte de sua história.

calcada-da-fama1

O ex-craque Barcímio Sicupira deixou suas pegas no Pinheirão.

(mais…)

Atendimento da prefeitura é lento e com poucos resultados dezembro 9, 2008

Posted by Bravo in Cotidiano, Política, Tarumã, Transporte.
Tags: , , , , ,
add a comment

Foram necessários 55 dias para que uma solicitação no serviço 156 da Prefeitura de Curitiba recebesse alguma resposta. A carta com a réplica do poder municipal foi enviada, conforme assinala a própria publicação, em 09 de outubro. O telefonema da reportagem foi feito no último dia 15 de agosto.

Cadê o ponto que estava aqui?

A reportagem protocolou um pedido de instalação de parada de ônibus, com cobertura, na Rua José Veríssimo, ao lado da UniBrasil.

(mais…)

Grande Prêmio Paraná promete ser o melhor da história dezembro 7, 2008

Posted by Douglas Santucci in Eventos, Tarumã.
Tags: , ,
add a comment
A revitalização feita para o GP evidencia a arquitetura do Jockey Club

A revitalização feita para o GP evidencia a arquitetura do Jockey Club.

A 66º edição do Grande Prêmio Paraná (G1) de Turfe será realizado neste domingo (7), a partir das 13 horas no Jockey Club do Paraná (JCP). O dia marca a maior festa do turfe paranaense. (mais…)

Parque Tupã chega ao Tarumã novembro 27, 2008

Posted by Lucas Gabriel Marins in Cultura, Eventos, Tarumã.
Tags: , ,
86 comments

Leia também: Parque Tupã está de volta a Curitiba (dezembro de 2009)

Ao lado do estádio Pinheirão, 60 funcionários trabalham desde  o início do mês de novembro na montagem dos equipamentos. Montanha-russa, roda-gigante e outros 18 brinquedos fazem parte da estrutura a ser erguida no terreno, alugado a R$12 mil. Até dia 15 de dezembro, segundo o proprietário Hugo Mayer, o parque começa a funcionar.

 

Funcionários trabalham de 8 a 9 horas por dia para não extrapolar o prazo

Funcionários trabalham de 8 a 9 horas por dia para não extrapolar o prazo.

(mais…)

Polícia Rodoviária Federal treina policiais no Pinheirão novembro 22, 2008

Posted by Lucas Gabriel Marins in Cotidiano, Tarumã.
Tags: , , ,
4 comments

No dia 19 de novembro o pedestre que passou em frente ao estádio Pinheirão ficou curioso com o ronronar de motores.  O barulho de motocicletas podia ser ouvido de longe. Talvez fosse um “racha” em plena luz dia ou alguma competição de motos, ou quem sabe uma banda com sons diferenciados. Mas não, o barulho foi decorrente do treinamento de novos policias rodoviários federais para o serviço tático.

Policias são treinados para exercer serviços táticos com motociclestas

Policias são treinados para exercer serviços táticos com motociclestas.

(mais…)

Programa de inclusão digital registra 120 inscritos novembro 3, 2008

Posted by suzaneskroch in Cidadania, Educação, Tarumã.
Tags: , , ,
1 comment so far

Os cursos do Projeto de Inclusão Digital Informática Cidadã chegam a sua 10ª edição. Iniciados em 2004, são ministrados duas vezes ao ano, no período de aproximadamente quatro meses, pelos alunos dos cursos de Sistema da Informação e Licenciatura da Computação, da UniBrasil. De acordo com a professora Andréia de Jesus, no segundo semestre de 2008, das 150 vagas ofertadas, houve 120 inscritos, divididos em seis turmas. “Sobraram vagas para os cursos de hardware e programação de computadores”.

(mais…)

Falta de iluminação ajuda criminosos na José Veríssimo outubro 2, 2008

Posted by jenifferpimenta89 in Bairro Alto, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , ,
add a comment

Andar pela Rua José Veríssimo na Zona Leste deixou de ser tarefa fácil. A via é um dos principais acessos ao Bairro Alto e tem sérios problemas no entorno do Departamento de Estrada e Rodagens (DER). Os habitantes convivem com a falta de iluminação e riscos de assaltos à noite. Entre a ponte e o rio Tarumã existe um barranco onde pessoas costumam ficar para o consumo de drogas e possíveis assaltos aos pedestres. A rua, conhecida como “Véu da Noiva”, é iluminada, mas os postes de luz ficam distantes da ponte, deixando-a no escuro. (mais…)