jump to navigation

Bonde elétrico é opção para desafogar trânsito em Curitiba dezembro 8, 2009

Posted by Cris Fortes in Uncategorized.
Tags: , , , ,
4 comments

A linha férrea ao lado do terminal Capão da Imbuia facilitará a implantação do bonde elétrico para atender usuários do transporte coletivo do bairro e região. Foto: Cristiane Fortes

O bonde elétrico é uma alternativa viável para a população de Curitiba e região metropolitana que hoje convive com tantos problemas de trânsito.

                                                Repórter: Cristiane Fortes

Projeto é de autoria do deputado Estadual Neivo Beraldin

Vantagens do bonde elétrico

Opiniões

Conclusão

Anúncios

Projeto é de autoria do deputado Estadual Neivo Beraldin dezembro 8, 2009

Posted by Cris Fortes in Uncategorized.
Tags: , , ,
4 comments

O projeto para implantação do bonde elétrico é de autoria do deputado estadual Neivo Beraldin, o qual visa o aproveitamento da linha férrea já existente. Com 102 quilômetros de extensão, esse projeto prevê a interligação de vários municípios como Piraquara, Pinhais, Araucária, Colombo, Rio Branco do Sul e Almirante Tamandaré. Segundo Beraldin, os bondes elétricos são seguros, menos poluentes e silenciosos. Além disso, podem contribuir para desafogar o trânsito do centro de Curitiba e para agilizar os deslocamentos diários da população. “Os bondes iriam transitar a uma velocidade média de sessenta quilômetros por hora, sem tráfego. Seria uma opção de transporte bem mais rápida e ecologicamente correta”, explica Beraldin. Para colocar o projeto em prática, o deputado cita que seria necessário a realização de reforço de leito nos trilhos, construção de alguns trilhos paralelos aos já existentes, instalação de trincheiras e cancelas, além de realização de um projeto de paisagismo.

Bonde elétrico é opção para desafogar trânsito em Curitiba

Vantagens do bonde elétrico

Opiniões

Conclusão

Vantagens do bonde elétrico dezembro 8, 2009

Posted by Cris Fortes in Uncategorized.
Tags: , , ,
6 comments

O tráfego de trens dentro do centro urbano é um perigo constante. Implantar o sistema de bonde elétrico nas regiões onde existe a linha férrea diminuirá o perigo para pedestres e outros veículos. Foto: Cristiane Fortes

De acordo com o estudo, o expresso metropolitano como é chamado, teria 28 estações, uma capacidade de transportar 233 mil passageiros por dia e um custo total de implantação de US$ 73 milhões. O valor é bem menor do que o projeto do metrô subterrâneo, que também está sendo estudado para Curitiba. Neste caso, haveria 22 estações, uma capacidade para 500 mil passageiros por dia, e um custo total de quase US$ 1,2 bilhão. Entre os benefícios do sistema metroviário, podemos relacionar o baixo custo da implantação; não fazem barulho; utilizam pneus de borracha; são ecologicamente corretos e há também o rigor do horário, pois são programados por computadores. Além de todas estas vantagens, destacamos que este sistema desafogaria o trânsito de Curitiba. A população necessita de uma solução imediata para o transporte rápido e seguro.

O fato de Curitiba ser escolhida como uma das sedes da Copa de 2014 vai exigir uma estrutura de transporte adequada para satisfazer o imenso fluxo turístico durante os jogos. O Bonde Elétrico é uma ótima opção. Ressaltando que há poucos dias a ministra Dilma Rousseff despejou um balde de água fria no projeto do metrô subterrâneo, negando recursos do PAC para este alto investimento. As negociações foram retomadas, mas existe a questão de tempo hábil necessário para as obras, que poderão não ser concluídas até a Copa.

Bonde elétrico é opção para desafogar trânsito em Curitiba

Projeto é de autoria do deputado Estadual Neivo Beraldin

Opiniões

Conclusão

Conclusão dezembro 8, 2009

Posted by Cris Fortes in Uncategorized.
Tags: , , ,
4 comments

Retirar os trens barulhentos e poluentes dos bairros de Curitiba, diminuir o fluxo de ônibus e utilizar as linhas de trem já existentes, é a forma mais acessível e econômica para os governos municipal, estadual e federal resolverem um problema que assola os grandes centros urbanos. A parceria desses poderes será a garantia de um sistema de transporte com qualidade, afinal o bonde elétrico não beneficiará somente Curitiba, mas toda a região metropolitana por onde passam os trens.

Próximo ao terminal de transporte coletivo “Capão da Imbuia” o fluxo de ônibus, veículos e pedestres é intenso. A linha férrea próximo ao terminal facilitará a implantação do bonde elétrico para atender usuários da região. Vídeo produzido por Cristiane Fortes.

http://www.parana-online.com.br/editoria/cidades/news/403054/?noticia=IMPLANTACAO+DE+BONDE+ELETRICO+E+DEBATIDA+EM+CURITIBA

http://www.neivoberaldin.com.br/14-10-2009/index.php

(mais…)

Opiniões dezembro 8, 2009

Posted by Cris Fortes in Uncategorized.
Tags: , , ,
4 comments

Jaime Sunye Neto, presidente do Instituto de Engenharia do Paraná  (IEP), considera o sistema metroviário, agregado ao sistema rodoviário, uma saída para o transporte de passageiros na Grande Curitiba. Segundo ele, um estudo feito em 1985, pelo engenheiro Peter Paulicheck para a Superintendência de Desenvolvimento da Região Sul (Sudesul), mostra a viabilidade do sistema por aproveitar a malha ferroviária e a linha de transmissão da Companhia Paranaense de Energia (Copel) existente na região. “Esse sistema tem um custo de implantação razoável, rápida execução e um baixo impacto socioambiental”.

Luiz Hayakawa, arquiteto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), disse que a Prefeitura de Curitiba vem trabalhando num plano multimodal para agregar vários tipos de transportes, como ônibus, ciclovias e trens. Junto com os governos estadual e federal, estuda ainda implantar uma conexão para absorver os turistas que passam por Paranaguá a bordo de transatlânticos. “Esse plano tem uma grande abrangência, incorporando vários projetos que envolvem transporte de passageiros e de turistas. Temos a preocupação que o transporte não seja segregador, dividindo a cidade em duas. Todo transporte deve servir a toda a cidade”, explicou.

Julia Barboza (18ª), estudante de educação física, mora próximo ao terminal do Capão da Imbuia e diz que se ocorrer a implantação desse sistema de transporte, vai diminuir o fluxo de ônibus e o intenso barulho que ocorre dia e noite, o qual incomoda  muito os moradores locais. “Além de que ficará mais ágil e prático para nós usuários”, complementa.

Bonde elétrico é opção para desafogar trânsito em Curitiba

Projeto é de autoria do deputado Estadual Neivo Beraldin

Vantagens do bonde elétrico

Conclusão