jump to navigation

FESTA DA INDEPENDÊNCIA outubro 14, 2010

Posted by lylafischer in 4JOAN, Cultura, Eventos, História, independência, Lazer, Política, Ruas, Uncategorized.
add a comment

Por Louize Fischer e Nelma Suzan

No dia sete de setembro é comemorada a Independência do Brasil. Porém, nem todos conhecem o significado desta data. O que a maioria sabe é que se trata de um feriado nacional. No dia 7 de setembro de 1822 Dom Pedro I deu o grito de independência. Desde então o Brasil se tornou ex-colônia de Portugal.

Em todo o país ocorrem desfiles em comemoração à data, que foi valorizada no período da Ditadura Militar. Naquela época, além dos militares, a participação nos desfiles era obrigatória para alunos de escolas públicas. A matéria de “Educação Moral e Cívica” deixava evidente o patriotismo naquele período histórico. Desde o fim da Ditadura, o desfile deixou de ser obrigatório para os alunos. Ainda assim, militares e alunos de escolas militares participam até hoje.

O Colégio Militar de Curitiba participa atualmente com 300 alunos. De acordo com o Comandante Coronel Luiz Quintino Martins de Figueiredo, a participação dos alunos é voluntária e a procura é grande. “Muitos ficam de fora porque há um limite de vagas, até para o desfile não ficar cansativo”. Participam também escolas estaduais e municipais da rede pública de ensino. Algumas delas incentivam a participação dos alunos com pontuação extra nas matérias em que não estão tão bem. No Colégio Estadual Prieto Martinez, o aluno Sidney Fiori Junior desfilou vestido de D. Pedro I. “Algumas fantasias precisaram ser locadas, mas a minha foi cedida pelo colégio”.

No entanto, o significado da data não é tão explorado. A maioria dos adolescentes, muitas vezes, nem se interessam pela história ou confundem os personagens. “Pedro Àlvares Cabral chegou ao Brasil e declarou “Independência ou morte!”, diz um estudante da sétima série. Alguns, ainda, não conhecem quase nada sobre a história do Brasil. Nem sabem que o Brasil deixou de ser colônia de Portugal, como disse outro aluno da sexta série.

Para o professor de história e geografia João Luis, o patriotismo deveria ficar na época do regime militar. “Hoje, acho que a escola não devia nem participar, pois não tem nada a ver com o aluno”.

Fizeram parte da programação da semana da pátria em Curitiba a apresentação da Orquestra Sinfônica do Paraná, juntamente com as bandas militares. Além do tradicional desfile no dia 7, foram disponibilizados serviços gratuitos no programa “Paraná em Ação”.

.

Anúncios

Reforma em tubo atrapalha a vida de passageiros e funcionários dezembro 17, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Transporte.
Tags: , , , , ,
add a comment

Mariana Gatzk

Funcionário do tubo das Mercês há pouco tempo, seu Ernani Ferreira diz estar cansado. “É cansativo, viu. Trabalhar aqui é bem cansativo!”. Ele cumpre suas sete horas e 20 minutos de trabalho com ares de quem não gosta do que faz. Apesar disso, todos os dias lá está ele, sentado na catraca sorrindo aos pagantes.

O tubo das Mercês recebe, em média, cinco mil pessoas por dia. Isso sem contar os passageiros que usam o tubo para fazer conexão. Por ali, passam os ligeirinhos Inter 2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

Seu Ernani não sabe afirmar ao certo, mas ele garante que o tubo abre às 5h30 e fecha às 24h e, durante este tempo, passa um Inter 2 a cada dez minutos.

Para receber melhor as pessoas que buscam o transporte coletivo, o tubo está passando por reformas. Isso acontece já há mais de três meses, mas, até agora, nem sinal do fim da obra. O estudante Jean Siqueira diz que passa por ali no período da manhã e vê vários homens trabalhando, mas em outros períodos estes não estão presentes. Isso contribui para que o tubo fique logo concluído.

Nos dias de chuva, os passageiros precisam enfrente um trecho descoberto para atravessar a passarela de um lado a outro. Além disso, não há lugar para sentar ou se encostar, enquanto os ligeirinhos não chegam. A situação piora nas horas de pico, pois o tubo, pequeno, não é suficiente para recolher todos os passageiros.

Tubo da Praça das Mercês enfrenta reforma demorada. Foto: Mariana Gatzk.

Só há uma entrada para passageiros pagantes, apesar de se tratar de uma estação muito grande. Sendo assim, é difícil para os cobradores atenderem a todos. “A gente está dando o troco de um, tem outro fazendo alguma pergunta e enquanto isso algumas pessoas furam a catraca. É normal, já que apenas de um lado tem funcionário”, reclama seu Ernani.

Mesmo com todo o transtorno causado, não há previsão para a entrega da obra finalizada.

Estações-Tubo da Linha Inter 2 serão adaptadas

Quanto custa a brincadeira dezembro 7, 2009

Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Para quem se animou em começa a pedalar, tem bike a partir de R$219,00.  Mais para aqueles que querem algo mais elaborado, aqui vão os preços.

Tabela com preços

Uma boa Bike R$690,00

Capacete        R$70,00

Luvas              R$37,00

TOTAL           R$797,00

Leis para ciclistas dezembro 7, 2009

Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
Tags: , , , , , , , ,
1 comment so far

O código de trânsito brasileiro prevê normas para a circulação de bicicletas, ainda desconhecidas de muitos. Segundo a legislação brasileira de trânsito, na falta de ciclovias o ciclista deve andar pela rua, a um metro e meio de distância das bordas. Além de seguir as mesmas normas obrigatórias aos veículos, o código também prevê o uso de alguns equipamentos obrigatórios como espelho retrovisor do lado esquerdo, olhos de gato e buzina.

http://www.transportes.gov.br/bit/trodo/codigo/index.htm

http://www.ippuc.org.br/

A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
Ciclovias de Curitiba
Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
Economia para quem utiliza a bicicleta
Quanto custa a brincadeira
O que é o cicloturismo
As dificuldades em aderir ao uso da bike

As dificuldades em aderir ao uso da bike dezembro 7, 2009

Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Manter uma bicicleta tem um baixo custo. Foto:Gleiciany Oliveira

As principais reclamações dos ciclistas são a má conservação das vias, o desrespeito dos motoristas e a falta de bicicletários. Para Gestennberger Reis, 49, dono de uma agência de cicloturismo, Curitiba é uma cidade onde há espaço para andar de bicicleta. O problema é que as empresas não motivam os seus funcionários a utilizarem a bicicleta para trabalhar. “Se oferecessem vestiários para os funcionários e local seguro para guardarem as bicicletas, com certeza mais pessoas trabalhariam de bicicleta”, diz. O que reduziria os congestionamentos na cidade mais motorizada do país, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Leis para ciclistas
A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
Ciclovias de Curitiba
Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
Economia para quem utiliza a bicicleta
Quanto custa a brincadeira
O que é o cicloturismo

Ciclovias de Curitiba dezembro 7, 2009

Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Idéias, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Curitiba possui cerca de 120 quilômetros de ciclovias. Aumentar este número é uma alternativa para tentar reduzir os congestionamentos. O Plano de Mobilidade, um projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUC),  tem a intenção de ampliar em 87% as vias destinadas às bicicletas.O projeto prevê a implantação de ciclofaixas, rotas privilegiadas,  calçadas compartilhadas e colocação de bicicletários em pontos estratégicos,ainda a serem definidos.

Leis para ciclistas
As dificuldades em aderir ao uso da bike
Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
Quanto custa a brincadeira
O que é o cicloturismo
Economia para quem utiliza a bicicleta
A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

Informações sobre transporte público em Curitiba dezembro 7, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã, Transporte.
Tags: , , ,
3 comments

         Para obter o passe escolar, é preciso cumprir alguns requisitos. Isso colabora para que o prejuízo da Urbs diminua. Os gastos com vandalismo chegam a R$270 mil por mês, segundo site Globo.com.

 

Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

Alunos invadem tubo no Tarumã

Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos dezembro 7, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã, Transporte.
Tags: , , , , , ,
4 comments

            Segundo Anderson, cobrador que não quis ter o sobrenome revelado, o pior horário é entre 11h50 e 12h10, quando alunos do Paulo Leminski são liberados das aulas. “Imagine se todos que vêem eles [alunos] invadindo também fossem invadir, ia sobrar quem pra pagar?”, questiona.

            Mas seu companheiro de trabalho, Braz, destaca que isso não acontece em todos os pontos e cita o Colégio Militar, também na Victor Ferreira do Amaral. “Lá [Colégio Militar], se você vê qualquer coisa, é só ligar para a direção do Colégio que no outro dia vai estar tudo resolvido. Agora, aqui [Paulo Leminski], não” e emenda “uma vez, vieram até professores do Paulo Leminski aqui fazer manifestação a favor da invasão. Eles diziam que o preço da passagem é muito alto”.

            O estudante de Direito, Leonel Salvá, diz que a população sairá perdendo enquanto isso não acabar. “O preço das passagens tende a subir ainda mais com os estragos em ônibus, tubos e terminais, e também com as invasões”, conclui.

            Nem a presença da Polícia Militar no local reprime totalmente a ação destes jovens. Apesar de não invadirem o tubo, os invasores fazem piadas sobre o assunto e comentam ironicamente que “os caras estão ali para prender os bandidos”.

            Inseguros, alguns cobradores guardam um pedaço de pau atrás de sua cadeira de trabalho, e dizem que, se precisar, não vão ter medo de usar. Isso desencadearia uma série de outros problemas que, certamente, traria os adolescentes como simples vítimas.

            Em defesa dos cobradores, Salvá diz que a principal culpada é a população. “Se todo mundo se mobilizasse seria possível impedir isso. Mas as pessoas ainda colaboram, mesmo que indiretamente, ao comprarem os créditos que os alunos vendem na catraca”.

 

Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

Alunos invadem tubo no Tarumã

Informações sobre transporte público em Curitiba

Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , , , ,
3 comments

Tubo do Detran que passou por reforma recentemente (Foto: Mariana Gatzk)

            O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

            Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

            Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

 

Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

Informações sobre transporte público em Curitiba

Tubo do Detran sofre com ação de vândalos dezembro 7, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , , , ,
4 comments
Tubo do Detran sofre com vândalos

Vândalos riscam vidro no tubo do Detran (Foto: Mariana Gatzk)

O tubo do Detran, na avenida Victor Ferreira do Amaral, zona Leste de Curitiba, recebe 3500 pessoas por dia. Sem contar adolescentes que, após comercializarem os créditos do cartão-transporte, invadem o tubo. Após reforma concluída há um mês, o tubo já tem vidros e lataria danificados. Para o cobrador José Braz, trata-se de uma minoria. “Não podemos acusar a todos.”

 

Alunos invadem tubo no Tarumã

Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

Informações sobre transporte público em Curitiba

Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
Tags: , , , , ,
add a comment

            O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

            Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

            Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

Sobram vagas de estacionamento em instituições de ensino na Zona Leste outubro 6, 2009

Posted by ricardocode in 4JOAD, Bairro Alto, Capão da Imbuia, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
4 comments

Dentro de um raio de dois quilômetros a partir da Unibrasil existem aproximadamente cinco escolas, delas, apenas duas possuem estacionamento próprio. Devido ao intenso movimento de veículos que passam por essa região para chegar até o trabalho ou estudo, o cruzamento entre as ruas Konrad Adenauer e Victor Ferreira do Amaral foi alterado, visando um melhor fluxo nos horários de pico. (mais…)

Como Pinhais pode pertencer a Curitiba outubro 3, 2009

Posted by titaportugal in 4JOAD, Eventos, Pinhais, Ruas, Trabalho, Transporte.
Tags:
5 comments

A Avenida Victor Ferreira do Amaral é o principal  caminho que nos leva a Pinhais. Quando se pensa nesse município não se imagina que eventos internacionais são realizados na sua maioria lá, no Expotrade. E pela importância que este centro de convenções tem para Curitiba, foram distribuídas algumas placas de sinalização em português e em inglês, como na Avenida Senador José Alencar Guimarães. (mais…)

Os prós e os contras da rota alternativa entre Pinhais e Curitiba setembro 28, 2009

Posted by MarciaStoppa in 4JOAD, Moradores, Ruas, Tarumã, Transporte.
6 comments

O tempo é relativo, até mesmo na Zona Leste . Na rotina de um universitário,  15 minutos de sono podem ser pouco. Mas todo esse período parado em um engarrafamento, pode ser uma eternidade.  E é exatamente para ganhar tempo que Gisleine Moreira opta por uma rota alternativa para ir de  Pinhais à UniBrasil. O padrão de deslocamento de Pinhais até a faculdade é pela Victor Ferreira do Amaral. Em horário de pico pode levar até 30 minutos. Já pela José Veríssimo o tempo cai para 10 minutos, em média. (mais…)

Pessoas trocam ônibus por carro setembro 28, 2009

Posted by jeanpaolo in 4JOAD, Moradores, Ruas, Transporte.
Tags:
4 comments

A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (I.P.I.), para os carros e motos chega ao fim nesta segunda-feira, 28/09. As vendas aumentaram cerca de 75% nas concessionárias de Curitiba, no período em que o imposto não estava sendo cobrado. (mais…)

Estudante troca o carro pelo ônibus setembro 21, 2009

Posted by Karine Rosa in 4JOAD, Ruas, Tarumã.
Tags: , ,
5 comments

No que depender da aluna Larissa Pereira, do terceiro período do curso de Design da Unibrasil, a Avenida Victor Ferreira do Amaral vai ficar sem mais um carro. Ela começou a utilizar o Interbairros II para ir à aula desde julho, considera que utilizar o transporte público é mais econômico. “Ir de ônibus para a faculdade sai muito mais barato e de certa forma posso fazer minha parte para melhorar o tráfego”. (mais…)

Pinhais tem importância para Curitiba setembro 21, 2009

Posted by titaportugal in 4JOAD, Eventos, Pinhais, Ruas, Transporte.
Tags: , ,
12 comments

A Avenida Victor Ferreira do Amaral é o principal  caminho que nos leva a Pinhais. Quando se pensa nesse município não se imagina que eventos internacionais são realizados na sua maioria lá, no Expotrade. E pela importância que este centro de convenções tem para Curitiba, foram distribuídas algumas placas de sinalização em português e em inglês, como na Avenida Senador José Alencar Guimarães.

Para saber mais leia Como Pinhais pode pertencer a Curitiba

Tim-tim por tim-tim setembro 17, 2009

Posted by Robério Marcolino Filho in 4JOAN, Ruas, Transporte.
Tags: , ,
2 comments
Valdir D. Silveira apontando o intrumento para a estação total, sob o viaduto.

Valdir D. Silveira apontando o intrumento para a estação total, sob o viaduto.

A um quilometro e meio do terminal do Capão da Imbuia se pode observar os topógrafos que fazem o mapeamento da região em que passa o viaduto da BR-476 sobre a Av. Presidente Afonso Camargo. A realização do mapeamento é necessária pois, este viaduto será substituído por um novo. Este terá 8 pistas de rolagem, compondo mais uma fragmento da Linha Verde. As obras estão em fase inicial, mas até o fim do ano a construção deve começar a pleno vapor.

(mais…)

25 veículos por minutos na Victor Ferreira do Amaral agosto 31, 2009

Posted by aurosantos in 4JOAD, Ruas, Tarumã.
3 comments

A cada cinco minutos em dias úteis transitam na Avenida Victor Ferreira do Amaral,esquina com Konrad Adenauer no bairro da Tarumã em direção ao município de Pinhais 125 veículos.Quanto a caminhões e ônibus,das 8h48 às 8h52,circulam 20 e no mesmo período de tempo 17 motocicletas. Desta forma o fluxo é de 750veículos por hora.

Sinalização incoerente agosto 31, 2009

Posted by Christiano Kubis in Cidadania, Cotidiano, Ruas, Segurança, Tarumã.
3 comments

Sinalização incoerente

No cruzamento da  Avenida Victor Ferreira do Amaral com a rua Konrad Adenauer,  no Tarumã, é impossível conseguir atravessar a rua e respeitar a sinalização de trânsito. (mais…)

Diferentes tipos de pedestres circulam pela Rua Konrad Adenauer agosto 31, 2009

Posted by rodrigoapx in Cotidiano, Ruas, Tarumã.
Tags: , ,
1 comment so far

Estudantes de aparência jovem compõem a maior parte do movimento. No caminho da Avenida Victor Ferreira do Amaral até a Unibrasil, alguns andam em grupos, de duas a cinco pessoas no geral, e conversam, enquanto outros passam sozinhos e apressados, também indo no sentido da faculdade. (mais…)

Voltar para Pinhais ficou mais demorado agosto 31, 2009

Posted by maiconganske in 4JOAD, Ruas, Tarumã.
3 comments

Para chegar a sua residência, em Pinhais, Irene Bervig Kessler, 65 anos, precisa atravessar a Rua Konrad Adenauer, onde trabalha, e cruzar a Av.Victor Ferreira do Amaral e esperar o ônibus Pinhais/Guadalupe. Isso acontece às 15h, ao sair do trabalho. (mais…)

Calçada na Rua Konrad Adenauer deve ficar pronta até setembro agosto 31, 2009

Posted by felipenassar in Ruas, Tarumã, Transporte.
Tags: , ,
1 comment so far

Um dos seis operários que trabalham na construção da nova calçada na Rua Konrad Adenauer, Hélio de Souza diz que a obra deve ser concluída até o mês de setembro. A pavimentação tem 1.300 metros de comprimento, com início no cruzamento da Rua Konrad Adenauer com a Rua Victor Ferreira do Amaral e término defronte à Sociedade Thalia. (mais…)

Novo percurso facilita entrada em grande avenida no Tarumã agosto 31, 2009

Posted by Evandro in 4JOAD, Ruas, Tarumã.
6 comments

O motorista que vem da Rua Nivaldo Braga, no Capão da Imbuia, e quer entrar na Av. Victor Ferreira do Amaral precisa ficar atento para o novo percurso. Criado há três meses, o desvio feito para a Rua 21 de Junho, até a Rua Professora Olga Balster, facilitou o acesso dos motoristas para a grande avenida, que agora tem o auxílio de um semáforo. (mais…)

Cruzamento sinalizado, mas com problemas agosto 31, 2009

Posted by Karine Rosa in 4JOAD, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
Tags: , ,
3 comments

A sinalização no cruzamento entre a Rua Konrad Adenauer e a Avenida Victor Ferreira do Amaral no Tarumã possui oito semáforos, placas de trânsito, rampas para os cadeirantes e faixas de pedestres. (mais…)

Hipermercado é a mais nova obra no bairro Tarumã junho 30, 2009

Posted by wanderloyola in Comércio, Economia, Ruas, Tarumã.
Tags: , ,
add a comment

Logo na entrada da obra a placa anuncia, faltam 22 dias para a inauguração. Este é o primeiro hipermercado  do bairro e fará concorrência a um famoso e tradicional supermercado de Curitiba, localizado na mesma avenida. O empreendimento está   instalado numa região privilegiada, às margens da Linha Verde, esquina da av. Victor Ferreira do Amaral com o viaduto da BR 116 ( Viaduto do Tarumã ). A loja será a terceira da capital paranaense  e a 27º da rede  que está presente em 11 cidades do estado e no interior de São Paulo. (mais…)

Especial Konrad Adenauer: o terceiro lado da rua junho 27, 2009

Posted by guilhermegiorgio in Cotidiano, Ruas, Tarumã.
Tags:
add a comment

Fim da Rua Konrad Adenauer

Um olhar atento, treinado, pode mostrar que uma rua é mais do que uma passagem pública urbana para o trânsito de pessoas e veículos, como quer o dicionário. Mais do que um lugar de carros e gente, é onde a vida, de fato, é vivida. Ao longo dos quase 2 mil metros de extensão da Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, acontecem muitas coisas que, da janela dos carros e na pressa do dia-a-dia, são imperceptíveis. Detalhes que só vêm à tona quando observados de um ângulo diferente.

Esta cobertura especial feita pelos alunos do quarto período noturno de Jornalismo (4JOAN) daCiclista percorre a ciclovia da rua Konrad Adenauer UniBrasil, no primeiro bimestre de 2009, mostra a Konrad Adenauer de um outro jeito, deste outro ângulo. Tal qual o rio de três margens de Guimarães Rosa, a Konrad é mais do que o asfalto que separa duas calçadas. É palco de muitas histórias. Algumas divertidas, outras nem tanto. Mas que, com certeza, merecem ser contadas. Confira as reportagens

  

(mais…)

Orelhões danificados deixam usuários descontentes junho 20, 2009

Posted by adrianalopes in Ruas, Tarumã.
Tags: ,
add a comment
telefone público em frente ao Paraná Clube na Rua Konrad Adenauer

Telefone público em frente ao Paraná Clube na Rua Konrad Adenauer

O depredação traz prejuízos às empresas de telefonia e dificulta a vida de quem precisa usar os telefones públicos. Na Rua Konrad Adenauer, no bairro Tarumã, existem apenas cinco telefones e dois deles não funcionam, estão com os vidros quebrados, cabines pixadas, botões estragados, vários adesivos colados e propagandas de garotas de programa. O aparelho funciona como se fosse um painel para exposição e venda de produtos, não um bem de ordem pública. Quem precisa usar os telefones não tem muita opção. “Dificilmente eu consigo fazer uma ligação nos telefones aqui na Konrad, um está com o vidro quebrado, no outro faltam botões. Se não bastasse tudo isso a sujeira também atrapalha, sempre fico com as mãos sujas depois que pego no telefone”, declara a estudante Sheila Matias de Souza.

Pedestres pedem calçada na Konrad Adenauer junho 19, 2009

Posted by Jenifer Magri in Ruas, Tarumã.
Tags: , , , ,
add a comment

O problema da Rua Konrad Adenauer com mais reclamações é a falta de calçada, como aponta a enquete feita pelo Capital da Notícia Zona Leste. Do lado do muro do Jockey Club existe barro e mato, do outro lado há uma ciclovia estreita, compartilhada por pedestres, que quando chove fica alagada. A opção é passar pelo barro ou pela rua.

calcadas-alagadas

O alagamento em dias de chuva prejudica trânsito de pedestres. Foto: José Rodrigues Silva Neto.

(mais…)

Trabalhando com o inimigo junho 16, 2009

Posted by valdimillaferreira in Esporte, Ruas, Tarumã, Trabalho.
Tags: , ,
add a comment

sdc113702

Marcus Vinicius Bellõ, 19 anos, trabalha de domingo a domingo na Rua Konrad Adenauer. Desde dezembro de 2008, ele passa as tardes no número 130, no Paraná Clube do Tarumã. Para curiosidade de todos, Marcus não é um paranista, mas sim um atleticano fanático. Ele não vê nenhum problema nisso, “afinal trabalho é trabalho”. (mais…)

Rua Konrad Adenauer faz diferença para o Tarumã junho 13, 2009

Posted by stehlagos in Bairro Alto, Capão da Imbuia, Ruas, Tarumã.
Tags: , , , ,
add a comment

A Rua Konrad Adenauer é uma das mais importantes para o bairro do Tarumã. Faz a ligação com o Bairro Alto, Jardim Social, Capão da Imbuia e município de Pinhais. A via possui aproximadamente dois quilômetros de extensão e abriga instituições importantes para a região. 

Começo e fim da Rua Konrad Adenauer

Localização: a Rua Konrad Adenauerestá entre o Jockey Club do Paraná e a Faculdade UniBrasil

(mais…)

Quem foi Konrad Adenauer? junho 12, 2009

Posted by aninhamoreira in História, Ruas, Tarumã.
Tags:
add a comment

capada revista time de 1954

O que mais impressiona em saber quem é Konrad Adenauer é que ele nunca veio ao Brasil. A figura deste homem para o mundo é de grande importância, pois ele foi primeiro Chanceler da República Federal da Alemanha. Foi o responsável pela reconstrução da Alemanha após a Segunda Guerra Mundial. Não é somente o nome da rua no bairro Tarumã que homenageia o chanceler alemão. Em Fortaleza, há a Fundação Konrad Adenauer, que funciona como uma ponte entre o Brasil e Alemanha, com pesquisas, cursos e oferece bolsas de estudos.

(mais…)

Konrad Adenauer, minha pior lembrança junho 11, 2009

Posted by mayara09 in Cotidiano, História, Moradores, Ruas, Tarumã.
Tags: , ,
add a comment

A rua Konrad Adenauer é a pior rua da cidade na opinião de Pedro Ferreira, 25 anos, que perdeu seu pai Belarmino há dois anos. Tudo porque todos os dias às 7h30 da manhã ele é tomado por uma lembrança que não está totalmente enterrada. Leia o relato na íntegra. (mais…)

‘Eu gosto de mostrar para meus clientes a alegria que é viver’ junho 10, 2009

Posted by thaislaurindo in Comércio, Cotidiano, Moradores, Ruas, Tarumã.
Tags: , , ,
1 comment so far

Em dias quentes, a atração para quem passa pela Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, é uma kombi marrom. Aos 76 anos, Benjamim Elias Vieira é vendedor de caldo de cana há 35 anos e está há nove no mesmo ponto. Estacionado próximo à esquina com a Rua José Verissimo, acompanhou e participou do desenvolvimento da região. Leia mais sobre sua história e assista em vídeo como se dá a extração do caldo de cana.

Seu Benjamim, 35 anos vendendo caldo de cana.
Seu Benjamim, 35 anos vendendo caldo de cana.

(mais…)

Um olhar atento vigia a madrugada junho 8, 2009

Posted by João Luiz Guarneri in Cotidiano, Ruas, Tarumã, Trabalho.
Tags: ,
add a comment

dsci00501Lentamente as pessoas vão desaparecendo e o som ambiente se transforma. De uma algazarra de buzinas, apitos, motores de carros e gente conversando, a um silêncio quase absoluto. Assim é a Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, após as 23h, quando os portões da faculdade Unibrasil se fecham. Para aqueles que presenciam todo o movimento e ainda têm como obrigação manter o caos sob controle, essa mudança no cenário é até um alívio. Sidnei é uma dessas pessoas. Ele acompanha essa rotina, dia sim, dia não, conforme sua escala de trabalho, na faculdade, que começa às 18h. Como sempre faz, sai de casa uma hora antes, pois os ônibus, no meio do trânsito do fim da tarde, são muito lentos. Sair com antecedência se tornou um hábito para esse jovem morador do bairro Pinheirinho.  (mais…)

Segurança a galope na Konrad Adenauer junho 8, 2009

Posted by Tatielle Euzébio in Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , ,
add a comment

2pm32

Na rua Konrad Adenauer, de um lado o Jóquei Clube do Paraná: corridas, diversão e apostas. Do outro a Policia Militar Montada – Cavalaria – seriedade, segurança, servindo a comunidade. Algo em comum e nenhuma semelhança. (mais…)

Melhora na iluminação pública depende de atitude dos moradores maio 30, 2009

Posted by Daiane Wichineski in Bairro Alto, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , ,
add a comment

Segundo o site da Secretaria de Obras não existe registro de ordem de serviço para as melhorias em iluminação e nem conclusão de obras na José Veríssimo. Isso mostra que mesmo com os riscos de assaltos, ninguém tomou a iniciativa de fazer alguma coisa para que isso mude.

Já o Departamento de Furtos e Roubos confirma que o número de ocorrências no local não é considerado alarmante, então o alerta é que realmente as pessoas que forem vítimas de assaltos e roubos na região denunciem ou pelo menos registrem o boletim de ocorrência (BO) para que a polícia possa tomar alguma atitude.

(mais…)

Falta luz na José Veríssimo maio 27, 2009

Posted by thaislaurindo in Bairro Alto, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , , , , ,
add a comment

O cheiro de maconha permanece forte pela redondeza da Rua José Veríssimo, entre o Tarumã e o Bairro Alto. A falta de iluminação da via é o principal atrativo para assaltantes e usuários de drogas. Mesmo com a denúncia feita por este veículo no ano passado, o barranco entre a ponte e o rio Tarumã continua sendo utilizado como ponto estratégico para a realização de práticas criminosas. (mais…)

Obra de pavimentação está há mais de seis meses parada dezembro 11, 2008

Posted by nando2007 in Cajuru, Ruas.
Tags: , , ,
add a comment

A obra de pavimentação da Rua Olga Baster, no bairro Cajuru, tinha o prazo para ser concluída no mês de maio de 2008. No entanto, seis meses depois, as obras ainda estão em andamento e é raro ver funcionários da prefeitura trabalhando no local. A promessa era que, num prazo de 75 dias, os 166 metros de rua teriam a implantação da rede de captação de águas pluviais, terraplanagem para correção do sub-leito, implantação de meio-fio e a pavimentação asfáltica, tudo num custo de R$ 78,5 mil, segundo informações da Prefeitura. (mais…)

Falta asfalto e segurança no Bairro Alto dezembro 10, 2008

Posted by day in Bairro Alto, Cotidiano, Ruas, Segurança.
Tags: , ,
add a comment

O bosque Irmã Clementina tem aumentado o movimento dos carros no Bairro Alto. Mas com isso os freqüentadores reclamam da situação das vias para chegar ao bosque. A rua José Maldonado está cheia de buracos e um trecho da  Avenida da Integração também. No entanto, as manilhas já estão na rua desde setembro para a reforma, porém nada é feito. Segundo a auxiliar administrativo, Jacqueline Barbarie, 22, fica difícil passar pela rua quando chove porque além de aumentarem os buracos o barro dificulta a passagem. Outra reclamação é a falta de segurança. A aposentada Nair Silva, 63, foi assaltada enquanto caminhava no bosque. Ela afirma: “ficou lindo para caminhar, mas agora tenho medo de sair e voltar sem nada”.

Dayana Bueno

Obra de pavimentação com cinco meses de atraso dezembro 9, 2008

Posted by nando2007 in Bairro Alto, Ruas.
Tags: , , , ,
add a comment

A Rua Hilário Moro, no Bairro Alto, está em obras de pavimentação desde maio deste ano. Com aproximadamente 200 metros de comprimento, ela tem metade de sua extensão em saibro e outra em paralelepípedos, fato que dificulta o trânsito na região. Desde o começo do ano a Prefeitura promete a pavimentação completa da via, no entanto, até hoje foram apenas implantados o meio-fio e a troca das pedras. E o que deveria durar um mês, decorre até hoje, cinco meses depois.

O contador Januário Quaiser, 50, mora na rua Hilário Moro há 13 anos

O contador Januário Quaiser, 50, mora na rua Hilário Moro há 13 anos.

(mais…)

Moradores do Bairro Alto sofrem com pouca estrutura pluvial dezembro 8, 2008

Posted by nando2007 in Bairro Alto, Moradia, Ruas.
Tags: , , , ,
add a comment

No dia 15 de fevereiro deste ano, os moradores da Rua Epaminondas Santos, no Bairro Alto, sofreram com um forte alagamento em suas residências, e até hoje nada foi feito. As manilhas que canalizam o Rio Iriri não aguentaram o volume de água devido à forte chuva que caiu na tarde daquela sexta-feira. Elas se romperam solo acima danificando as estruturas das casas e alagando praticamente a quadra toda. Com a chegada do verão os moradores temem presenciar novamente o fato.

casa do morador Jão Ferreira invadida pela água
Casa do morador João Ferreira invadida pela água no dia 15 de fevereiro de 2008. Foto do arquivo pessoal.

(mais…)

Infra-estrutura em volta de escola municipal é precária dezembro 3, 2008

Posted by nando2007 in Bairro Alto, Educação, Ruas.
Tags: , ,
1 comment so far

A Escola Municipal Araucária, no Bairro Alto, completou 32 anos no dia 29 de novembro. Em comemoração, foi inaugurada a quadra poliesportiva coberta. Com ótima estrutura interna, a escola é uma das raras instituições públicas de ensino que possuem cancha coberta, laboratório de informática, playground e, ainda, farol do saber. No entanto o problema está do lado de fora, a estrutura de sinalização, asfalto, calçadas e limpeza pública deixa a desejar.

Um dos problemas da escola é a grande quantidade de lixo nas ruas

Um dos problemas ao redor da Escola Municipal Araucária, na Rua Rio Iriri, é a quantidade de lixo.

(mais…)

62% das obras da regional Cajuru estão atrasadas novembro 13, 2008

Posted by Douglas Santucci in Cajuru, Capão da Imbuia, Moradores, Política, Ruas.
Tags: ,
add a comment

Das 37 obras da regional Cajuru que deveriam ser entregues até outubro, 23 não estão concluídas. Segundo o site da prefeitura municipal de Curitiba o bairro que dá nome à regional é visivelmente o mais afetado. Das 15 obras, 11 estão atrasadas no Cajuru. Uberaba tem cinco obras inacabadas de um total de nove.

(mais…)

Falta de iluminação ajuda criminosos na José Veríssimo outubro 2, 2008

Posted by jenifferpimenta89 in Bairro Alto, Ruas, Segurança, Tarumã.
Tags: , , ,
add a comment

Andar pela Rua José Veríssimo na Zona Leste deixou de ser tarefa fácil. A via é um dos principais acessos ao Bairro Alto e tem sérios problemas no entorno do Departamento de Estrada e Rodagens (DER). Os habitantes convivem com a falta de iluminação e riscos de assaltos à noite. Entre a ponte e o rio Tarumã existe um barranco onde pessoas costumam ficar para o consumo de drogas e possíveis assaltos aos pedestres. A rua, conhecida como “Véu da Noiva”, é iluminada, mas os postes de luz ficam distantes da ponte, deixando-a no escuro. (mais…)