jump to navigation

Parque Tupã estimula o comércio ambulante de alimentos na Avenida Victor Ferreira do Amaral dezembro 17, 2009

Posted by Christiano Kubis in 4JOAD, Alimentação, Cidadania, Comércio, Cotidiano, Cultura, Economia, Eventos, Lazer, Tarumã, Trabalho, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

Christiano Kubis

Há oito anos o garçom aposentado Derli Claudio Soares trabalha na venda de espetinhos no local, e há cinco anos é uma figura recorrente em estádios de futebol e  grandes eventos pela cidade. “Eu gosto é de movimento, gosto de fazer fumaça e vender muito espetinho. Como o meu produto é barato e custa apenas R$2,00 preciso ganhar na quantidade, em um dia movimentado consigo vender até 350 espetinhos. Tenho um cardápio variado, barato e com qualidade que inclui carne bovina, carne de frango e coraçãozinho de galinha.”, afirma Derli, mais conhecido como Senhor Claudio.

Ao Lado da barraca do Senhor Claudio está a Luciana Miler Ferreira, com seus crepes de massa de panqueca com queijo parmesão, que ela comercializa há quatro anos. “Foi uma forma que achei de complementar a minha renda e não depender financeiramente do meu marido”, afirma Luciana.

Feitos em uma chapa que esquenta a uma temperatura de 300 graus, os crepes custam R$2,50 cada. “Vendo aqui no Parque Tupã há dois anos, a minha chapa consome muita energia elétrica, o bom é que os responsáveis pelo parque nos fornecem energia e até nos avisam quando vem para Curitiba”.

A simpática Luciana Miler Ferreira aproveita o movimento do Parque Tupã para engordar a renda da sua família com bom humor. Foto: Christiano Kubis

Com R$3,00 também é possível comprar um cachorro-quente da Neusa Aparecida da Silva, que há 16 anos corre para o seu “ponto” assim que recebe a notícia de que o parque chegou ao local.

Ela é manicure e depiladora de uma grande rede de salões de beleza da cidade e nessa época do ano enfrenta uma dupla jornada de trabalho. “Meu dia começa bem cedo, sou a primeira a montar a barraca. Sempre contrato uma pessoa para comercializar e não perder de ganhar dinheiro enquanto estou no salão, depois que saio de lá venho correndo e fico por aqui até o parque fechar”.

Com um “ponto” privilegiado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, Neusa garante empolgada que o esforço vale a pena, pois consegue vender entre 100 e 200 cachorros-quentes ao dia. Fora da temporada a equipada barraquinha fica muito bem guardada a espera do próximo ano.

Quando o parque fecha e as luzes se apagam, o Senhor Claudio desmonta toda a parafernália rapidamente e espera a churrasqueira esfriar. Luciana aguarda a chegada do marido ansiosa para ir para casa e ver a filha de apenas um ano. E a Neusa que todos os dias monta e desmonta sua barraca sozinha, sai satisfeita e feliz para descansar e recuperar as energias para o próximo dia de trabalho.

Tupã está de volta a Curitiba
Como chegar ao Parque Tupã
Conheça a estrutura do Parque
Conheça a história do Parque

Anúncios

Reforma em tubo atrapalha a vida de passageiros e funcionários dezembro 17, 2009

Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Transporte.
Tags: , , , , ,
add a comment

Mariana Gatzk

Funcionário do tubo das Mercês há pouco tempo, seu Ernani Ferreira diz estar cansado. “É cansativo, viu. Trabalhar aqui é bem cansativo!”. Ele cumpre suas sete horas e 20 minutos de trabalho com ares de quem não gosta do que faz. Apesar disso, todos os dias lá está ele, sentado na catraca sorrindo aos pagantes.

O tubo das Mercês recebe, em média, cinco mil pessoas por dia. Isso sem contar os passageiros que usam o tubo para fazer conexão. Por ali, passam os ligeirinhos Inter 2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

Seu Ernani não sabe afirmar ao certo, mas ele garante que o tubo abre às 5h30 e fecha às 24h e, durante este tempo, passa um Inter 2 a cada dez minutos.

Para receber melhor as pessoas que buscam o transporte coletivo, o tubo está passando por reformas. Isso acontece já há mais de três meses, mas, até agora, nem sinal do fim da obra. O estudante Jean Siqueira diz que passa por ali no período da manhã e vê vários homens trabalhando, mas em outros períodos estes não estão presentes. Isso contribui para que o tubo fique logo concluído.

Nos dias de chuva, os passageiros precisam enfrente um trecho descoberto para atravessar a passarela de um lado a outro. Além disso, não há lugar para sentar ou se encostar, enquanto os ligeirinhos não chegam. A situação piora nas horas de pico, pois o tubo, pequeno, não é suficiente para recolher todos os passageiros.

Tubo da Praça das Mercês enfrenta reforma demorada. Foto: Mariana Gatzk.

Só há uma entrada para passageiros pagantes, apesar de se tratar de uma estação muito grande. Sendo assim, é difícil para os cobradores atenderem a todos. “A gente está dando o troco de um, tem outro fazendo alguma pergunta e enquanto isso algumas pessoas furam a catraca. É normal, já que apenas de um lado tem funcionário”, reclama seu Ernani.

Mesmo com todo o transtorno causado, não há previsão para a entrega da obra finalizada.

Estações-Tubo da Linha Inter 2 serão adaptadas

Parque Tupã faz mudanças de planejamento dezembro 17, 2009

Posted by julianyared in 4JOAD, Cotidiano, Cultura, Lazer, Tarumã.
Tags: , , , ,
2 comments

O Parque Tupã, que estreou ao lado do Pinheirão na última nesta sexta-feira (12), reduziu o número de atrações para 17 atrações. Os brinquedos infantis perderam dois brinquedos e os chamados radicais (Montanha Russa, Kamikaze e Evolution) perderam um por falta de lubrificação nas engrenagens. O parque continua na cidade até a data programada, até o carnaval. O horário muda. Terça a domingo, das 13h30 às 22h. Os ingressos poderão ser adquiridos na bilheteria nos mesmos valores, são de R$ 15 para os dias úteis e de R$ 20 para os fins de semana. E para denunciar cambistas, ligue para o número (41)32266069. 

Para ressaltar o Parque está localizado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, 2.300 – Tarumã. Para você que vem do Centro os ônibus indicados são: Pinhais/ Guadalupe (Terminal do Guadalupe) e  Detran / Vicente Machado (Praça Carlos Gomes). Se você estiver no Terminal do Cabral poderá pegar o Interbairros 2. Além desses conseguidos pela reportagem, quem estiver em Santa Felicidade é só pegar o Bairro Alto/Santa Felicidade, para em frente ao Pinheirão, e quem está nas Mercês o indicado é o Inter 2/Ligeirinho. O telefone para contato é (41) 4102-3422. O uso de objetos que possam cair não é aconselhável, pois se perder em algum brinquedo, o parque não se responsabiliza. O valor do guarda-volumes subiu de preço após uma cliente reclamar que quebraram seu óculos, agora é R$ 4,00.

Sobre essas alterações surgiram inúmeras reclamações. Ressaltaram que um parque de 31 anos de história e conhecido por cidades importantes do Sul do país, tem que possuir um melhor planejamento. Além da capacidade ter sido reduzida para 1.900 pessoas. “Um parque tem que aumentar! Não pode diminuir, reduzir, entre outros termos. “Isso está uma palhaçada, e eu vimem um parque, não em um circo.”, indaga Ligo Zinn frequentador do parque há 6 anos. Para Fernando Magotte , toda empresa passa pelos seus altos e baixos: “Isto acontece. Tem que dar uma folga para o pessoal se recuperar. Sempre fui bem atendido e é isso que conta”. Mais informações sobre o Parque você pode encontrar no site: http://www.parktupa.com.br.

Pinhais incentiva comércio local dezembro 17, 2009

Posted by MarciaStoppa in 4JOAD, Cidadania, Comércio, Cotidiano, Economia, Pinhais.
2 comments

Márcia Stoppa

O comércio local(seja nos bairros como Capão da Imbuía ou na Região Metropolitana) promove o desenvolvimento econômico da comunidade na qual está inserido.Por isso comprar onde se mora é muito bom para a economia local. “O dinheiro é injetado na comunidade que cresce e pode gerar novos empregos”, afirma o contador  Wellington Silva.

Para atrair investidores e melhorar o comércio local, Pinhais(Região Metropolitana de Curitiba) instituiu o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico e Sustentável(PROINDESP).Em vigor desde o começo do ano, o programa prevê redução das taxas públicas e impostos para a instalação de novos investimentos no município.Dessa maneira o comércio local se fortalece já que a renda gerada permanece na comunidade.

E não é só no bolso que o investidor ganha,para  qualquer empreendedor maior de 16 anos ,a prefeitura disponibiliza o Mais Sucesso (curso de gestão empresarial). Marcela  Luz sempre quis montar seu próprio negócio e não sabia como. ” Agora tenho o apoio que precisava para começar”,diz.

Todos os setores estão presentes nas atividades comerciais de Pinhais.São 444 indústrias,1671 pontos de comércio geral,2703 prestadores de serviços e 913 estabelecimentos atuantes em outros setores.Além de grandes redes de móveis e eletrodomésticos,Pinhais conta com pequenos serviços como costureira e sapateiro.

Para a aposentada Rosa Souza, “Pinhais tem de tudo:desde agulhas até material de construção”. Rosa costuma fazer suas próprias roupas ,mas às vezes acaba comprando algumas prontas perto de casa. “O que encontro por aqui me agrada,mas minhas netas compram roupas em Curitiba”,diz.Por todo esse esforço Pinhais é a 9ª cidade em arrecadação do ICMS no Paraná e 4ª da RMC (SEFA/PR-2007).

Conheça a história do Parque dezembro 8, 2009

Posted by Evandro in 4JOAD, Cotidiano, Cultura, Lazer, Tarumã.
2 comments

Maicon Balbino

Há 31 anos o Parque viaja pelas principais cidades do Sul do país. Com capacidade para 2.000 mil pessoas. O Tupã começou como uma instituição familiar e é hoje um dos maiores parques itinerantes do Brasil, tendo ao todo três sedes espalhada pelo país. “Somos movidos pelo público, onde tivermos maior aceitação a probabilidade de ficarmos mais tempo é maior”, disse Hugo Mayer proprietário. Para Solange Fernanda Conceição, o melhor dia é quando o parque libera a entrada gratuita para comunidade: “Sempre fico atenta! Aproveito esse dia para levar meus filhos e comer muita maça do amor”. Mais informações referentes ao Parque você poderá encontrar no site: www.parktupa.com.br.

Conheça a história de Amauri Machado Zdroyeski, que desde 1949 trabalha em parques de diversão.

  • Tupã está de volta a Curitiba
  • Como chegar ao Parque Tupã
  • Conheça a estrutura do Parque
  • Conheça a estrutura do Parque dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAN, Cotidiano, Cultura, Eventos, Lazer, Tarumã.
    2 comments

    Maicon Balbino

    A instituição conta com 60 funcionários entre eles profissionais da área de saúde. A estrutura disponibiliza praça de alimentação, sanitários e estacionamento.  Para garantir a diversão é necessário estar atendo às orientações de cada brinquedo.  É proibido o consumo de álcool nas dependências do local.  A manutenção dos equipamentos é realizada diariamente, o parque não restituirá o valor das entradas em casos de falta de energia ou chuva intensa.

    Funcionário conta como é ter uma vida nômade:

  • Tupã está de volta a Curitiba
  • Como chegar ao Parque Tupã
  • Conheça a história do Parque
  • Como chegar ao Parque Tupã dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAD, Cotidiano, Cultura, Eventos, Lazer, Tarumã.
    11 comments

    Maicon Balbino

    O Parque está localizado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, 2.300 – Tarumã. Para você que vem do Centro os ônibus indicados são: Pinhais/ Guadalupe (Terminal do Guadalupe) e  Detran / Vicente Machado (Praça Carlos Gomes). Se você estiver no Terminal do Cabral poderá pegar o Interbairros 2 (confira os horários dos ônibus).  O telefone para contato é (41) 4102-3422. Para dispensar contratempos evite ir com boné, sapato de salto alto ou qualquer objeto que possa cair do bolso em quanto estiver usufruindo dos brinquedos. O valor do guarda-volumes é R$ 2,00.

    Vista do parque pelo lado de fora. Foto Maicon Balbino

    Parque Tupã está de volta a Curitiba dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAD, Cotidiano, Cultura, Eventos, Lazer, Tarumã.
    43 comments

    Maicon Balbino

    Parque Tupã estreia nesta sexta-feira (12) ao lado do Pinheirão, com 20 atrações que vão além de brinquedos infantis a outros mais radicais (Montanha Russa, Kamikaze e Evolution). O parque ficará na cidade até o carnaval, de terça a domingo, das 14 às 22h. Os ingressos só poderão ser adquiridos na bilheteria do estabelecimento, os valores são de R$ 15 para os dias úteis e de R$ 20 para os fins de semana. 

    Cerca de 60 funcionários trabalham para levantar a estrutura do Parque até sexta-feira. Foto Maicon Balbino

    Prevenção e Esclarecimentos dezembro 8, 2009

    Posted by Fabiana Franzosi in 4JOAD, Cotidiano, Saúde.
    Tags: , ,
    5 comments

    Além do Tamiflu (nome comercial do medicamento Oseltamivir) de uso oral, está em análise pelo conselho de ética o uso da substância intravenosa Peramivir. Está prevista a compra de 70 milhões de doses e a produção de 18 milhões de vacinas, no próximo ano,  com prioridade de distribuição para a região Sul. (mais…)

    Processos por pensão alimentícia são os mais procurados dezembro 8, 2009

    Posted by ricardotavares in 4JOAD, Cotidiano, Tarumã.
    add a comment

    Os serviços prestados pela faculdade são para a comunidade da zona leste de Curitiba e para Pinhais. “As pessoas que se interessam pelo o serviço vem diretamente ao campus no bloco 06 de direito” afirma a coordenação. De acordo com a assessoria jurídica, 90% dos casos estão ligados diretamente aos casos de família.

    (mais…)

    Avaliação socioecômica para se obter o direito da defensoria pública dezembro 8, 2009

    Posted by ricardotavares in 4JOAD, Cotidiano, Tarumã.
    add a comment

    As Faculdades Integradas do Brasil (Unibrasil) disponibiliza estagiários do 7º, 8º, 9º e 10º período de advocacia para a comunidade.  Pessoas com ganho de até três salários mínimos têm o direito ao serviço gratuito. Pedidos de pensão alimentícia, exame de paternidade e conflitos familiares são os casos que mais a defensoria pública trata. (mais…)

    O que é o cicloturismo dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte, Uncategorized.
    Tags: , , , , , , , , ,
    add a comment

    cicloturismo é uma forma de turismo que consiste em viajar utilizando como meio de transporte uma bicicleta. É uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de se fazer turismo.

    Neste video, Gestennberger Reis  fala sobre o cicloturismo e ciclismo.

    http://www.bikesul.com/site/

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

    Economia para quem utiliza a bicicleta dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , ,
    add a comment

    Para os trabalhadores, a utilização da bicicleta pode resultaruma economia média de R$ 101,20 por mês. O equivalente a quase metade de uma sexta básica no Paraná, hoje cotada em R$222,67, segundo tabela do Dieese.  Os que trocaram o transporte público ou privado pela bicicleta, não se arrependem. O principal  benefício alcançado é a melhoria da qualidade de vida. “ o exercício  melhora o condicionamento físico e evitar problemas cardíacos, além de aumentar a disposição diária”, afirma Marcos Sebastião, médico.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

    Quanto custa a brincadeira dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Para quem se animou em começa a pedalar, tem bike a partir de R$219,00.  Mais para aqueles que querem algo mais elaborado, aqui vão os preços.

    Tabela com preços

    Uma boa Bike R$690,00

    Capacete        R$70,00

    Luvas              R$37,00

    TOTAL           R$797,00

    Leis para ciclistas dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    1 comment so far

    O código de trânsito brasileiro prevê normas para a circulação de bicicletas, ainda desconhecidas de muitos. Segundo a legislação brasileira de trânsito, na falta de ciclovias o ciclista deve andar pela rua, a um metro e meio de distância das bordas. Além de seguir as mesmas normas obrigatórias aos veículos, o código também prevê o uso de alguns equipamentos obrigatórios como espelho retrovisor do lado esquerdo, olhos de gato e buzina.

    http://www.transportes.gov.br/bit/trodo/codigo/index.htm

    http://www.ippuc.org.br/

    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    As dificuldades em aderir ao uso da bike

    As dificuldades em aderir ao uso da bike dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Manter uma bicicleta tem um baixo custo. Foto:Gleiciany Oliveira

    As principais reclamações dos ciclistas são a má conservação das vias, o desrespeito dos motoristas e a falta de bicicletários. Para Gestennberger Reis, 49, dono de uma agência de cicloturismo, Curitiba é uma cidade onde há espaço para andar de bicicleta. O problema é que as empresas não motivam os seus funcionários a utilizarem a bicicleta para trabalhar. “Se oferecessem vestiários para os funcionários e local seguro para guardarem as bicicletas, com certeza mais pessoas trabalhariam de bicicleta”, diz. O que reduziria os congestionamentos na cidade mais motorizada do país, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

    Leis para ciclistas
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo

    Ciclovias de Curitiba dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Idéias, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Curitiba possui cerca de 120 quilômetros de ciclovias. Aumentar este número é uma alternativa para tentar reduzir os congestionamentos. O Plano de Mobilidade, um projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUC),  tem a intenção de ampliar em 87% as vias destinadas às bicicletas.O projeto prevê a implantação de ciclofaixas, rotas privilegiadas,  calçadas compartilhadas e colocação de bicicletários em pontos estratégicos,ainda a serem definidos.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Economia, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , ,
    add a comment

    Quem transita pela Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, tem um bom motivo para utilizar a bicicleta. Neste trecho, onde há a via compartilhada, o trajeto é calmo e a via esta em bom estado de conservação. Diferente de outras localidades da cidade.  Segundo Josué Fernandes, 42, Pedreiro, “o caminho é tranqüilo e tem espaço para todos utilizarem”. Ele mora no Bairro Alto e vai trabalhar de bicicleta todos os dias. O uso da  bicicleta é uma alternativa saudável e barata, além de economizar tempo. Segundo dados do (IPPUC), a bicicleta é um meio mais rápido em trajetos até 15 Km.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo

    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Via Compartilhada na Victor Ferreira é alternativa para ciclistas. Foto:Gleiciany Oliveira

    Incentivar o uso da bicicleta e uma alternativa para reduzir os congestionamentos e a poluição. O Tarumã possui um dos trechos em melhor  conservação para a prática do ciclismo.  Quem opta por ir ao trabalho de bicicleta economiza em média,  R$101,20 em passagens de transporte urbano.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    Outras reportagens – Ciclovia da Rua Konrad Adenauer tem melhores condições para ciclistas do que para pedestres

    Informações sobre transporte público em Curitiba dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , ,
    3 comments

             Para obter o passe escolar, é preciso cumprir alguns requisitos. Isso colabora para que o prejuízo da Urbs diminua. Os gastos com vandalismo chegam a R$270 mil por mês, segundo site Globo.com.

     

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

    Alunos invadem tubo no Tarumã

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , , , , ,
    4 comments

                Segundo Anderson, cobrador que não quis ter o sobrenome revelado, o pior horário é entre 11h50 e 12h10, quando alunos do Paulo Leminski são liberados das aulas. “Imagine se todos que vêem eles [alunos] invadindo também fossem invadir, ia sobrar quem pra pagar?”, questiona.

                Mas seu companheiro de trabalho, Braz, destaca que isso não acontece em todos os pontos e cita o Colégio Militar, também na Victor Ferreira do Amaral. “Lá [Colégio Militar], se você vê qualquer coisa, é só ligar para a direção do Colégio que no outro dia vai estar tudo resolvido. Agora, aqui [Paulo Leminski], não” e emenda “uma vez, vieram até professores do Paulo Leminski aqui fazer manifestação a favor da invasão. Eles diziam que o preço da passagem é muito alto”.

                O estudante de Direito, Leonel Salvá, diz que a população sairá perdendo enquanto isso não acabar. “O preço das passagens tende a subir ainda mais com os estragos em ônibus, tubos e terminais, e também com as invasões”, conclui.

                Nem a presença da Polícia Militar no local reprime totalmente a ação destes jovens. Apesar de não invadirem o tubo, os invasores fazem piadas sobre o assunto e comentam ironicamente que “os caras estão ali para prender os bandidos”.

                Inseguros, alguns cobradores guardam um pedaço de pau atrás de sua cadeira de trabalho, e dizem que, se precisar, não vão ter medo de usar. Isso desencadearia uma série de outros problemas que, certamente, traria os adolescentes como simples vítimas.

                Em defesa dos cobradores, Salvá diz que a principal culpada é a população. “Se todo mundo se mobilizasse seria possível impedir isso. Mas as pessoas ainda colaboram, mesmo que indiretamente, ao comprarem os créditos que os alunos vendem na catraca”.

     

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

    Alunos invadem tubo no Tarumã

    Informações sobre transporte público em Curitiba

    Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã.
    Tags: , , , , ,
    3 comments

    Tubo do Detran que passou por reforma recentemente (Foto: Mariana Gatzk)

                O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

                Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

    Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

                Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

     

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

    Informações sobre transporte público em Curitiba

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã.
    Tags: , , , , ,
    4 comments
    Tubo do Detran sofre com vândalos

    Vândalos riscam vidro no tubo do Detran (Foto: Mariana Gatzk)

    O tubo do Detran, na avenida Victor Ferreira do Amaral, zona Leste de Curitiba, recebe 3500 pessoas por dia. Sem contar adolescentes que, após comercializarem os créditos do cartão-transporte, invadem o tubo. Após reforma concluída há um mês, o tubo já tem vidros e lataria danificados. Para o cobrador José Braz, trata-se de uma minoria. “Não podemos acusar a todos.”

     

    Alunos invadem tubo no Tarumã

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

    Informações sobre transporte público em Curitiba

    Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , , , ,
    add a comment

                O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

                Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

    Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

                Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

    Moradores do Tarumã sofrem com falta de bancos outubro 6, 2009

    Posted by unicoprodutosnaturais in 4JOAD, Comércio, Cotidiano, Economia, Moradores, Tarumã.
    Tags: , ,
    2 comments

    Nos bairros do Tarumã e Capão de Imbuia a disponibilidade de agencias bancaria é precário. A região é ocupada por diversos comércios o que transparece a necessidade de bancos, para prestação de serviços a população. Para dispor deste serviço é necessário deslocar – se até o bairro mais próximo, no caso, o Alto da Xv ou no Centro, onde se encontra bancos públicos e privados.

    (mais…)

    Sobram vagas de estacionamento em instituições de ensino na Zona Leste outubro 6, 2009

    Posted by ricardocode in 4JOAD, Bairro Alto, Capão da Imbuia, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    4 comments

    Dentro de um raio de dois quilômetros a partir da Unibrasil existem aproximadamente cinco escolas, delas, apenas duas possuem estacionamento próprio. Devido ao intenso movimento de veículos que passam por essa região para chegar até o trabalho ou estudo, o cruzamento entre as ruas Konrad Adenauer e Victor Ferreira do Amaral foi alterado, visando um melhor fluxo nos horários de pico. (mais…)

    Descrição – O jóquei outubro 6, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cotidiano, História.
    Tags: , ,
    2 comments

    Entrar no ônibus, descer no Tubo e caminhar até a Unibrasil. Esta é a rotina de muitos. A vida anda em ritmo acelerado, nem nos damos conta de coisas simples. Quem olha para o lado na Rua Konrad Adenauer, vislumbra o mundo em outro compasso. O ritmo dos cavalos em sua caminhada matinal e seus tratadores respeitando este tempo. Tudo isso nos transporta a uma atmosfera bucólica e inspiradora.  Uma simplicidade que não sabemos mais apreciar. Olhar para lá é reencontrar  a alma.

    Sinalização incoerente agosto 31, 2009

    Posted by Christiano Kubis in Cidadania, Cotidiano, Ruas, Segurança, Tarumã.
    3 comments

    Sinalização incoerente

    No cruzamento da  Avenida Victor Ferreira do Amaral com a rua Konrad Adenauer,  no Tarumã, é impossível conseguir atravessar a rua e respeitar a sinalização de trânsito. (mais…)

    Diferentes tipos de pedestres circulam pela Rua Konrad Adenauer agosto 31, 2009

    Posted by rodrigoapx in Cotidiano, Ruas, Tarumã.
    Tags: , ,
    1 comment so far

    Estudantes de aparência jovem compõem a maior parte do movimento. No caminho da Avenida Victor Ferreira do Amaral até a Unibrasil, alguns andam em grupos, de duas a cinco pessoas no geral, e conversam, enquanto outros passam sozinhos e apressados, também indo no sentido da faculdade. (mais…)

    900 metros separam ponto de ônibus de faculdade agosto 31, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cotidiano, Transporte.
    Tags: , ,
    1 comment so far

    Renan Oliverri é um dos alunos que descem dos ônibus que param na Avenida Victor Ferreira do Amaral. Ele caminha 900 metros até a faculdade Unibrasil, na rua Konrad Adenauer. Quando o clima é bom, o percurso é feito em 15 minutos. Mas quando chove é preciso estender a caminhada à rua, pois a calçada, improvisada com pedras soltas, vira lama.  (mais…)

    Cruzamento sinalizado, mas com problemas agosto 31, 2009

    Posted by Karine Rosa in 4JOAD, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
    Tags: , ,
    3 comments

    A sinalização no cruzamento entre a Rua Konrad Adenauer e a Avenida Victor Ferreira do Amaral no Tarumã possui oito semáforos, placas de trânsito, rampas para os cadeirantes e faixas de pedestres. (mais…)

    Especial Konrad Adenauer: o terceiro lado da rua junho 27, 2009

    Posted by guilhermegiorgio in Cotidiano, Ruas, Tarumã.
    Tags:
    add a comment

    Fim da Rua Konrad Adenauer

    Um olhar atento, treinado, pode mostrar que uma rua é mais do que uma passagem pública urbana para o trânsito de pessoas e veículos, como quer o dicionário. Mais do que um lugar de carros e gente, é onde a vida, de fato, é vivida. Ao longo dos quase 2 mil metros de extensão da Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, acontecem muitas coisas que, da janela dos carros e na pressa do dia-a-dia, são imperceptíveis. Detalhes que só vêm à tona quando observados de um ângulo diferente.

    Esta cobertura especial feita pelos alunos do quarto período noturno de Jornalismo (4JOAN) daCiclista percorre a ciclovia da rua Konrad Adenauer UniBrasil, no primeiro bimestre de 2009, mostra a Konrad Adenauer de um outro jeito, deste outro ângulo. Tal qual o rio de três margens de Guimarães Rosa, a Konrad é mais do que o asfalto que separa duas calçadas. É palco de muitas histórias. Algumas divertidas, outras nem tanto. Mas que, com certeza, merecem ser contadas. Confira as reportagens

      

    (mais…)

    Rádio do BPTran causa interferência em TV a cabo e telefone junho 16, 2009

    Posted by aninhamoreira in Capão da Imbuia, Cotidiano.
    Tags: , ,
    add a comment

    Os moradores ao redor do Batalhão de Trânsito de Curitiba (BPTran), no bairro Capão da Imbuia, têm tido problemas na TV a cabo e no telefone residencial com a interferência causada pelo sinal da rádio do BPTran. Segundo a dona de casa Luz Marina Tissot, que mora na Rua Haiton da Silva Pereira, em frente ao BPTran, as interferências ocorrem a qualquer hora do dia. “Quando acontece a interferência, o sinal da TV a cabo some e somente dá para escutar o rádio do BPTran, com informações dos acidentes. É preciso sempre desligar a televisão e esperar alguns minutos para voltar a funcionar”.

    (mais…)

    Ciclovia da Rua Konrad Adenauer tem melhores condições para ciclistas do que para pedestres junho 14, 2009

    Posted by michaeljor in Cotidiano, Tarumã, Transporte.
    Tags: , ,
    add a comment

    A ciclovia da Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, tem um trânsito grande de ciclistas. Os horários que contam com maior fluxo são das 7h às 7h45 e das 17h30 às 18h30, períodos de ida e retorno do trabalho. Diariamente em torno de 60 ciclistas percorrem a ciclovia. Em cada horário de pico, são aproximadamente 20.

    Ciclista percorre a ciclovia da rua Konrad Adenauer

    Ciclista percorre a ciclovia da rua Konrad Adenauer

    (mais…)

    Konrad Adenauer, minha pior lembrança junho 11, 2009

    Posted by mayara09 in Cotidiano, História, Moradores, Ruas, Tarumã.
    Tags: , ,
    add a comment

    A rua Konrad Adenauer é a pior rua da cidade na opinião de Pedro Ferreira, 25 anos, que perdeu seu pai Belarmino há dois anos. Tudo porque todos os dias às 7h30 da manhã ele é tomado por uma lembrança que não está totalmente enterrada. Leia o relato na íntegra. (mais…)

    Paróquia Maria Mãe da Igreja tem novo comandante junho 11, 2009

    Posted by guilhermegiorgio in Bairro Alto, Cotidiano.
    Tags: , ,
    5 comments

    A paróquia Maria Mãe da Igreja, no Bairro Alto, em Curitiba, tem novo comandante desde o dia 25 de fevereiro. Para ocupar o lugar deixado pelo padre Valdir Borges foi escolhido o frei Gilson de Lima Freitas. A troca foi decidida em reunião da Ordem dos Servos de Maria (OSM), que a cada três anos define novos destinos para seus religiosos.

    A paróquia Maria Mãe da Igreja tem novo comandante desde o dia 25 de fevereiro
    A paróquia Maria Mãe da Igreja tem novo comandante desde o dia 25 de fevereiro (Guilherme Giorgio/4JOAN)

    (mais…)

    ‘Eu gosto de mostrar para meus clientes a alegria que é viver’ junho 10, 2009

    Posted by thaislaurindo in Comércio, Cotidiano, Moradores, Ruas, Tarumã.
    Tags: , , ,
    1 comment so far

    Em dias quentes, a atração para quem passa pela Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, é uma kombi marrom. Aos 76 anos, Benjamim Elias Vieira é vendedor de caldo de cana há 35 anos e está há nove no mesmo ponto. Estacionado próximo à esquina com a Rua José Verissimo, acompanhou e participou do desenvolvimento da região. Leia mais sobre sua história e assista em vídeo como se dá a extração do caldo de cana.

    Seu Benjamim, 35 anos vendendo caldo de cana.
    Seu Benjamim, 35 anos vendendo caldo de cana.

    (mais…)

    Partida de futebol muda a rotina em frente a UniBrasil junho 9, 2009

    Posted by dricopinheiro in Cotidiano, Esporte, Tarumã.
    Tags: , , , ,
    add a comment

    Diariamente, o ritmo na Rua Konrad Adenauer, principal acesso para a UniBrasil, torna-se constante e agitado quando o sol começa a se pôr. São alunos, ciclistas, carros, motos e vans, em um vai e vem que mescla a ida para a casa e o início de mais uma noite de aulas. O cenário contrasta com uma partida de futebol, que acontece logo em frente, do outro lado da rua. (mais…)

    Um olhar atento vigia a madrugada junho 8, 2009

    Posted by João Luiz Guarneri in Cotidiano, Ruas, Tarumã, Trabalho.
    Tags: ,
    add a comment

    dsci00501Lentamente as pessoas vão desaparecendo e o som ambiente se transforma. De uma algazarra de buzinas, apitos, motores de carros e gente conversando, a um silêncio quase absoluto. Assim é a Rua Konrad Adenauer, no Tarumã, após as 23h, quando os portões da faculdade Unibrasil se fecham. Para aqueles que presenciam todo o movimento e ainda têm como obrigação manter o caos sob controle, essa mudança no cenário é até um alívio. Sidnei é uma dessas pessoas. Ele acompanha essa rotina, dia sim, dia não, conforme sua escala de trabalho, na faculdade, que começa às 18h. Como sempre faz, sai de casa uma hora antes, pois os ônibus, no meio do trânsito do fim da tarde, são muito lentos. Sair com antecedência se tornou um hábito para esse jovem morador do bairro Pinheirinho.  (mais…)

    WTCC aumenta turismo em Curitiba maio 19, 2009

    Posted by Life in Cotidiano, Economia, Esporte, Eventos, Lazer, Pinhais, Transporte.
    add a comment

    A arrecadação da quarta edição do WTCC (Campeonato Mundial de Carros de Turismo) foi de 43 toneladas de alimentos, além disso, o campeonato leva a imagem da cidade a mais de 80 países, onde os eventos são transmitidos pela imprensa internacional. Segundo a Presidente do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika, o retorno para a economia da cidade e para a projeção de Curitiba como destino turístico é gigantesco.
    Quase 1 mil profissionais trabalham no evento, a maioria estrangeiros. Os visitantes aquecem os setores de gastronomia, hotelaria e de serviços, gastando uma média de U$ 288,00 (quase R$ 700,00) por dia na cidade, de acordo com os cálculos do Instituto. Nos três anos anteriores, a inserção total de recursos na economia local foi de R$ 12 milhões.

    Ana Paula Komar

    O Sistema Único de Saúde funciona para José Virgulino dezembro 28, 2008

    Posted by silwana in Cajuru, Cotidiano, Saúde.
    Tags:
    6 comments
    dsc01005internet

    Adair Natalina Hernandes, agente comunitária da Unidade de Saúde Camargo presta atendimento a José Virgulino.

    É comum ouvir que o Sistema Único de Saúde (SUS) não tem um bom funcionamento. A demora para se fazer uma consulta nas unidades, a dificuldade de ser atendido no mesmo dia, as filas intermináveis de madrugada que não garantem o atendimento são dificuldades enfrentadas por pessoas carentes, mas Aparecida da Cruz tem boas indicações do sistema emergencial do SUS. (mais…)

    Mudança do transporte não agrada moradores dezembro 26, 2008

    Posted by day in Bairro Alto, Cidadania, Cotidiano, Transporte.
    Tags: ,
    add a comment

    O ônibus alimentador Paraíso, que leva os passageiros do Bairro Alto para o terminal, foi trocado na metade do ano por um microônibus. Mesmo sendo mais moderno, causa transtorno para algumas pessoas. O alimentador não possui mais o cobrador e o motorista tem que fazer os dois serviços. A assistente de educação Josiane Camara Da Silva, 29, afirma que piorou porque ele acaba atrasando e quando chega ao terminal do Bairro Alto perde o outro ônibus.

    paraiso

    Atraso do veículo está entre as reclamações de moradores.

    (mais…)

    Centro Espírita prioriza idosos para um natal feliz dezembro 24, 2008

    Posted by lucaslaranjeira in Cidadania, Cotidiano.
    Tags:
    1 comment so far

    O Centro Espírita Casa do Pobre Dr. Adolfo Bezerra de Menezes é uma instituição religiosa sem fins lucrativos e todo ano faz o possível para tornar o Natal de vários idosos carentes um momento feliz. A casa espírita kardecista faz doações todo dia 8 de cada mês que ajudam cerca de 40 senhores e senhoras. Neste dia além de receber a cesta básica, com doações diversas os idosos recebem um farto café da manhã, possivelmente o mais completo que tenham no mês. O dia 8 de dezembro é um dia especial, pois é a data reservada para comemorar o Natal, a casa promove um almoço, que reúne os idosos para uma confraternização, que inclui risoto, frango assado, sobremesa e refrigerante.  

    Uma das senhoras que é beneficiada pela Casa do Pobre

    Uma das senhoras que é beneficiada pela Casa do Pobre.

    (mais…)

    Isaías Soares dá curso de pizzaiolo para a comunidade dezembro 17, 2008

    Posted by silwana in Alimentação, Cajuru, Cidadania, Cotidiano.
    Tags: , , , ,
    17 comments
    foto-0436

    Comunidade do bairro Cajuru realizando o curso de pizzaiolo.

    Um prato delicioso e apaixonante, um exercício de criatividade, uma opção gastronômica agradável, uma boa massa, molho sofisticado e elogiado por todos.  A arte produzida por Isaías Soares Pereira é uma pizza cheia de combinações em um trabalho voluntário. Ele é representante comercial, mora no bairro Cajuru e tem 42 anos. Iniciou um curso de cozinheiro com a mesma idade que começou a trabalhar como representante comercial, aos 17 anos. O curso de um ano e meio despertou em Isaías a paixão pela cozinha. Formou-se como cozinheiro internacional (comida francesa, italiana e Japonesa) pelo SENAC em São Paulo. (mais…)

    Padre Valdir pode deixar a comunidade do Bairro Alto dezembro 15, 2008

    Posted by daiaqss in Bairro Alto, Cotidiano, História, Moradores.
    Tags: , ,
    5 comments

    Após nove anos como sacerdote na Paróquia Maria Mãe da Igreja, no Bairro Alto, o Padre Valdir Borges (Frei Valdir) deve deixar a comunidade. A mudança acontece no início de 2009, após uma reunião que envolve todos os padres da Ordem dos Servos de Maria (OSM). O encontro que decide o destino de todos os padres pertencentes à OSM acontecerá no dia 13 de janeiro de 2009, exatamente ao meio-dia, na cidade de Turvo, em Santa Catarina.

    Destino de Frei Valdir deve ser definido em janeiro
    Destino de Frei Valdir deve ser definido em janeiro.

      (mais…)

    Dog do Keko mantém sucesso há oito anos dezembro 13, 2008

    Posted by carolinepontes in Bairro Alto, Cotidiano, Economia.
    Tags:
    6 comments
    keko1

    Localização e praticidade justificam sucesso nas vendas.

    O Dog do Keko é o cachorro-quente mais tradicional na região do Higienópolis, localizado na rua Percy Feliciano de Castilho, 875, no Bairro Alto. Está na praça há oito anos, conhecido por sua qualidade e variedade, além do próprio carisma do dono que conquistou a clientela. A renda mensal do negócio vária entre R$ 5 mil a R$ 8 mil. São quatro opções: cachorro-quente simples, R$ 2.30, completo, R$ 2.90, especial, R$ 3.30, keko, R$ 3.80, tendo ainda cheedar, catupiry, bacon ou queijo ralado com o adicional de R$0,50. (mais…)

    Nova legislação aumenta a procura por Auto Escolas dezembro 11, 2008

    Posted by suzaneskroch in Cotidiano, Tarumã.
    Tags: , ,
    add a comment

    A partir de 02 de janeiro de 2009, aumenta o número de  aulas necessárias para a realização dos exames de direção no Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR). As 30 aulas teóricas passam a ser 45 e as 15 aulas práticas passam a ser 20. A mudança provocou aumento pela procura nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) e, conseqüentemente, demoras no atendimento do Detran.

    suzane

    Com as mudanças, custo da carteira de habilitação aumenta R$ 150.

    (mais…)

    Falta asfalto e segurança no Bairro Alto dezembro 10, 2008

    Posted by day in Bairro Alto, Cotidiano, Ruas, Segurança.
    Tags: , ,
    add a comment

    O bosque Irmã Clementina tem aumentado o movimento dos carros no Bairro Alto. Mas com isso os freqüentadores reclamam da situação das vias para chegar ao bosque. A rua José Maldonado está cheia de buracos e um trecho da  Avenida da Integração também. No entanto, as manilhas já estão na rua desde setembro para a reforma, porém nada é feito. Segundo a auxiliar administrativo, Jacqueline Barbarie, 22, fica difícil passar pela rua quando chove porque além de aumentarem os buracos o barro dificulta a passagem. Outra reclamação é a falta de segurança. A aposentada Nair Silva, 63, foi assaltada enquanto caminhava no bosque. Ela afirma: “ficou lindo para caminhar, mas agora tenho medo de sair e voltar sem nada”.

    Dayana Bueno

    Atendimento da prefeitura é lento e com poucos resultados dezembro 9, 2008

    Posted by Bravo in Cotidiano, Política, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , , , ,
    add a comment

    Foram necessários 55 dias para que uma solicitação no serviço 156 da Prefeitura de Curitiba recebesse alguma resposta. A carta com a réplica do poder municipal foi enviada, conforme assinala a própria publicação, em 09 de outubro. O telefonema da reportagem foi feito no último dia 15 de agosto.

    Cadê o ponto que estava aqui?

    A reportagem protocolou um pedido de instalação de parada de ônibus, com cobertura, na Rua José Veríssimo, ao lado da UniBrasil.

    (mais…)

    Família vive em situação precária perto de rodovia dezembro 9, 2008

    Posted by giliardi in Cidadania, Cotidiano.
    Tags: , , , ,
    3 comments
    Panelas ficam pretas por causa fogo feito com lenha.

    Panelas ficam pretas por causa fogo feito com lenha.

    Numa casa de três peças, medindo 24 metros quadrados, o chão é de barro batido, as paredes são de madeira com diferentes tamanhos e algumas são pintadas. A cobertura tem uma crosta  por causa da queima do óleo diesel usado na lamparina, que serve para  iluminar a casa à noite, pois o local  não possui energia elétrica e muito menos água  encanada. Há quatro anos  moram neste local os lavradores Francisco Ferreira e Naudina Gonçalves, com seus sete filhos. Francisco era sorveteiro. As coisas não estavam indo muito bem, o dinheiro que ganhava mal dava para pagar o aluguel e sustentar a casa. Como a situação não melhorou, achou local para construir a casa e veio com seus filhos e a esposa morar próximo à PR 423, que liga Araucária a Campo Largo.

    (mais…)