jump to navigation

PINHEIRÃO: DO AUGE AO ABANDONO outubro 15, 2010

Posted by Barbosa in 4JOAN, Cidadania, Cultura, Esporte, Eventos, História, Lazer, Moradores, Segurança, Tarumã.
Tags: , , ,
1 comment so far

Por: David Musso, Denis Barbosa e Ramon Assis

 

Em 1985, o projeto inicial do Pinheirão, de Ayrton Cornelsen, foi apresentado pela construtora HD, de Carlos Eduardo Andrade e Carlos Eduardo Almeida.

 

Projetado inicialmente para comportar cerca de 120 mil pessoas; famoso por ter sido palco de disputas históricas, como entre Brasil e Chile em 1986, sediou os timesdo Atlético-Pr e Paraná Clube durante reformas nos respectivos estádios, e foi sede do Real Brasil em 2006, e; por ter subsidiado uma pista modelo de atletismo, o “Elefante Branco”, interditado desde 2007, é famoso hoje por outros motivos.

Por oferecer abrigo a dois cães de guarda, bem como servir de casa esporádica para moradores de rua, as dependências decadentes do Estádio Pinheirão são utilizadas corriqueiramente para acolher indivíduos carentes nas noites frias e chuvosas da capital paranaense.

Para ser reutilizado, o estádio, inaugurado em 1985, precisa ter suas dívidas pagas (que chegam a R$ 63 mi) e diversas reformas, que revitalizariam o Elefante, devem ser feitas. “Para abrir o estádio e possibilitar a realização de jogos, cerca de R$ 2 mi deveriam ser investidos”, garante Hélio Curi, presidente da Federação Paranaense de Futebol.

O problema maior do estádio é a penhora de cerca de R$ 50 milhões por dívidas com o INSS, prefeitura de Curitiba e outros credores menores – entre eles o Atlético e o advogado Augusto Mafuz.

Como não houve recurso o estádio ficou lá, esquecido, e a sombra do abandono deixada pelo “assombroso” Pinheirão atrapalha até quem mora próximo a ele. “Uma região que poderia ser muito mais valorizada se ela fosse mais bonita e conservada”, comenta a Ana Carolina Rocha, moradora da região. “Deveria ter alguém que se preocupasse com a qualidade de vida dos moradores”, completa.

Enquanto isso não for resolvido, é provável que a vizinhança do elefante branco continue sofrendo os reflexos maléficos da construção que não pode ser passada adiante. Isso se é possível esquecer um estádio daquele porte.

O que se desenhava como um melancólico desfecho pode sofrer uma reviravolta. Antes rejeitado, o estádio pode até dar sua contribuição para a Copa em Curitiba. Com a indicação da Arena da Baixada para o mundial, o que parecia ser o último prego no caixão, é uma das prováveis fontes de uma sobrevida para o Pinheirão. O Atlético ficará “sem teto” durante as obras de conclusão da Arena, por cerca de dois anos, e pode precisar da outrora desprezada hospedaria.

CICLOVIAS DO TARUMÃ outubro 14, 2010

Posted by ringo4president in 4JOAN, Cidadania, Cultura, Idéias, Meio Ambiente, Moradores, Tarumã.
add a comment

O morador do bairro Felipe Souza, usa a bicicleta para ir ao trabalho.

Por: Daniel Santos e Guilherme de Paula Pires

Conhecida por ser uma cidade de vanguarda, Curitiba iniciou a implantação da malha ciclo-viária em 1977 na gestão de Saul Raiz. O primeiro trecho inaugurado foi o que hoje liga o Bairro Alto ao Alto da XV, por meio da ciclovia situada na Avenida Victor Ferreira do Amaral que possui 8 quilômetros de extensão. Essa via é utilizada diariamente por cerca de 100 ciclistas, porém o fluxo aumenta nos horários de pico.

Os horários que contam com maior fluxo são das 7h às 7h45 e das 17h30 às 18h30, períodos de ida e retorno do trabalho. A ciclovia da Rua Konrad Adenauer é uma das preferidas pelos ciclistas. É o caso de Felipe Souza que prefere a bicicleta para ir ao trabalho por ser um meio mais rápido e não poluente. “A nove meses utilizo a bicicleta para ir ao trabalho e tive um enorme ganho de tempo e saúde”.

Por outro lado as condições de conservação da ciclovia não são das melhores para os ciclistas, buracos e poças de água se formam no meio da ciclovia, iluminação pública ineficiente e em muitos casos danificada ou furtada por vândalos. Por ser uma via compartilhada, o trânsito intenso de pedestres também requer atenção redobrada, como afirma Souza. “Nos horários de pico é muito complicado pois os alunos do Colégio Militar, Colégio Paulo Leminski e Faculdades Unibrasil também usam a ciclovia o que causa um certo tumulto na via”.

Uma das alternativas para fugir do tráfego intenso de pedestres é os ciclistas utilizarem uma via paralela à Victor, que passa pela Passarela da Praça Nossa Senhora de Fátima, onde o fluxo é bem mais tranqüilo e o tempo de deslocamento é praticamente o mesmo, ou evitar os horários de pico.

A Prefeitura de Curitiba tenta incentivar o uso da bicicleta não só no bairro mas em toda a cidade e para isso pretende ampliar a malha cicloviária existente. Segundo levantamentos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), hoje há cerca de 100 quilômetros de ciclovias na capital, sendo 70 quilômetros compartilhados com pedestres e 30 exclusivos para bicicleta.

A Secretaria de Urbanismo possui mais cinco projetos definidos onde serão implantados mais 45 quilômetros, além do plano de criar uma rede metropolitana de ciclovias, com extensão estimada em 42 quilômetros interligando a grande Curitiba. O projeto está sendo desenvolvido junto ao Plano Diretor Multimodal.

Por fim, para colocar de vez os curitibanos sobre duas rodas, o Ippuc pretende complementar o plano com equipamentos de apoio como paraciclos (espécie de estacionamento aberto para bicicleta), bicicletários (estacionamentos fechados) e um sistema de bicicletas de aluguel como ocorre em quase toda a Europa.

Parque Tupã estimula o comércio ambulante de alimentos na Avenida Victor Ferreira do Amaral dezembro 17, 2009

Posted by Christiano Kubis in 4JOAD, Alimentação, Cidadania, Comércio, Cotidiano, Cultura, Economia, Eventos, Lazer, Tarumã, Trabalho, Uncategorized.
Tags: , ,
add a comment

Christiano Kubis

Há oito anos o garçom aposentado Derli Claudio Soares trabalha na venda de espetinhos no local, e há cinco anos é uma figura recorrente em estádios de futebol e  grandes eventos pela cidade. “Eu gosto é de movimento, gosto de fazer fumaça e vender muito espetinho. Como o meu produto é barato e custa apenas R$2,00 preciso ganhar na quantidade, em um dia movimentado consigo vender até 350 espetinhos. Tenho um cardápio variado, barato e com qualidade que inclui carne bovina, carne de frango e coraçãozinho de galinha.”, afirma Derli, mais conhecido como Senhor Claudio.

Ao Lado da barraca do Senhor Claudio está a Luciana Miler Ferreira, com seus crepes de massa de panqueca com queijo parmesão, que ela comercializa há quatro anos. “Foi uma forma que achei de complementar a minha renda e não depender financeiramente do meu marido”, afirma Luciana.

Feitos em uma chapa que esquenta a uma temperatura de 300 graus, os crepes custam R$2,50 cada. “Vendo aqui no Parque Tupã há dois anos, a minha chapa consome muita energia elétrica, o bom é que os responsáveis pelo parque nos fornecem energia e até nos avisam quando vem para Curitiba”.

A simpática Luciana Miler Ferreira aproveita o movimento do Parque Tupã para engordar a renda da sua família com bom humor. Foto: Christiano Kubis

Com R$3,00 também é possível comprar um cachorro-quente da Neusa Aparecida da Silva, que há 16 anos corre para o seu “ponto” assim que recebe a notícia de que o parque chegou ao local.

Ela é manicure e depiladora de uma grande rede de salões de beleza da cidade e nessa época do ano enfrenta uma dupla jornada de trabalho. “Meu dia começa bem cedo, sou a primeira a montar a barraca. Sempre contrato uma pessoa para comercializar e não perder de ganhar dinheiro enquanto estou no salão, depois que saio de lá venho correndo e fico por aqui até o parque fechar”.

Com um “ponto” privilegiado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, Neusa garante empolgada que o esforço vale a pena, pois consegue vender entre 100 e 200 cachorros-quentes ao dia. Fora da temporada a equipada barraquinha fica muito bem guardada a espera do próximo ano.

Quando o parque fecha e as luzes se apagam, o Senhor Claudio desmonta toda a parafernália rapidamente e espera a churrasqueira esfriar. Luciana aguarda a chegada do marido ansiosa para ir para casa e ver a filha de apenas um ano. E a Neusa que todos os dias monta e desmonta sua barraca sozinha, sai satisfeita e feliz para descansar e recuperar as energias para o próximo dia de trabalho.

Tupã está de volta a Curitiba
Como chegar ao Parque Tupã
Conheça a estrutura do Parque
Conheça a história do Parque

Adaptações melhoram o acesso para deficientes no tubo do DETRAN dezembro 17, 2009

Posted by unicoprodutosnaturais in 4JOAN, Cidadania, Tarumã.
Tags: , , , ,
add a comment

Tubo DETRAN ganha adaptação para deficientes. Foto Elize Brasil

Reporter Elize Brasil

As reformas do tubo do DETRAN já estão em fase de conclusão. No projeto de restauração e ampliação, está previsto a adaptação das calçadas e melhorias que visam facilitar o acesso de deficientes físicos e visuais, ao transporte público.

Está sendo instaladas no centro da calçada as chamadas “listras direcionais” e “sinais de alerta”. Uma espécie de piso em alto relevo e na cor vermelha. Que serve para direcionar o deficiente visual até a entrada do tubo. Outra melhoria são as plataformas para embarque de cadeirantes, que agora estão nas instaladas nas duas entradas do tubo.

Estas adaptações estão sendo realizadas em mais 15 tubos da linha INTER II. A conclusão das obras foi prorrogada para fevereiro de 2010. Portanto, até esta data os usuários terão que conviver com os incômodos da reforma. “A última etapa é a plantação de flores e árvores, queremos proporcionar um novo paisagismo ao usuário, declara Osvaldo Franco, Supervisor Geral das obras.

Outra modificação, e a instalação de mais uma plataforma para possibilitar o embarque e desembarque de passageiros nos articulados. São aqueles veículos, que possuem dois ônibus ligados por uma espécie de sanfona.

Aparelho de ar-condicionado também será colocado nos tubos de maior fluxo de pessoas, DETRAN e Centro Cívico. ”Teve uma melhoria no espaço após a ampliação , no horário do meio-dia tinha muito tumulto devido a saída do colégio e a faculdade , também nos dias quentes o ambiente vai ficar melhor por causa do ar”, conta Marcos Vinicius Pappi , Cobrador de ônibus.

A inclusão do cidadão com deficiência física e visual exige que a cidade mude sua estrutura para oferecer uma melhor qualidade de vida, há alguns anos OGNs lutam para que e as instituições governamentais façam adaptações nas cidades e para suprir as necessidades desta parte da população.

Calçamento em alto relevo para orientar deficiêntes visuais. Foto Elize Brasil

 

  • As Melhorias Para Os Usuários
  • Os Prós e Os Contras
  • Estações – Tubo Da Linha Inter 2 Serão Adaptadas Na Nova
  • Documentos Importantes
  • Reforma em tubo atrapalha a vida de passageiros e funcionários dezembro 17, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Transporte.
    Tags: , , , , ,
    add a comment

    Mariana Gatzk

    Funcionário do tubo das Mercês há pouco tempo, seu Ernani Ferreira diz estar cansado. “É cansativo, viu. Trabalhar aqui é bem cansativo!”. Ele cumpre suas sete horas e 20 minutos de trabalho com ares de quem não gosta do que faz. Apesar disso, todos os dias lá está ele, sentado na catraca sorrindo aos pagantes.

    O tubo das Mercês recebe, em média, cinco mil pessoas por dia. Isso sem contar os passageiros que usam o tubo para fazer conexão. Por ali, passam os ligeirinhos Inter 2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

    Seu Ernani não sabe afirmar ao certo, mas ele garante que o tubo abre às 5h30 e fecha às 24h e, durante este tempo, passa um Inter 2 a cada dez minutos.

    Para receber melhor as pessoas que buscam o transporte coletivo, o tubo está passando por reformas. Isso acontece já há mais de três meses, mas, até agora, nem sinal do fim da obra. O estudante Jean Siqueira diz que passa por ali no período da manhã e vê vários homens trabalhando, mas em outros períodos estes não estão presentes. Isso contribui para que o tubo fique logo concluído.

    Nos dias de chuva, os passageiros precisam enfrente um trecho descoberto para atravessar a passarela de um lado a outro. Além disso, não há lugar para sentar ou se encostar, enquanto os ligeirinhos não chegam. A situação piora nas horas de pico, pois o tubo, pequeno, não é suficiente para recolher todos os passageiros.

    Tubo da Praça das Mercês enfrenta reforma demorada. Foto: Mariana Gatzk.

    Só há uma entrada para passageiros pagantes, apesar de se tratar de uma estação muito grande. Sendo assim, é difícil para os cobradores atenderem a todos. “A gente está dando o troco de um, tem outro fazendo alguma pergunta e enquanto isso algumas pessoas furam a catraca. É normal, já que apenas de um lado tem funcionário”, reclama seu Ernani.

    Mesmo com todo o transtorno causado, não há previsão para a entrega da obra finalizada.

    Estações-Tubo da Linha Inter 2 serão adaptadas

    Pinhais incentiva comércio local dezembro 17, 2009

    Posted by MarciaStoppa in 4JOAD, Cidadania, Comércio, Cotidiano, Economia, Pinhais.
    2 comments

    Márcia Stoppa

    O comércio local(seja nos bairros como Capão da Imbuía ou na Região Metropolitana) promove o desenvolvimento econômico da comunidade na qual está inserido.Por isso comprar onde se mora é muito bom para a economia local. “O dinheiro é injetado na comunidade que cresce e pode gerar novos empregos”, afirma o contador  Wellington Silva.

    Para atrair investidores e melhorar o comércio local, Pinhais(Região Metropolitana de Curitiba) instituiu o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Econômico e Sustentável(PROINDESP).Em vigor desde o começo do ano, o programa prevê redução das taxas públicas e impostos para a instalação de novos investimentos no município.Dessa maneira o comércio local se fortalece já que a renda gerada permanece na comunidade.

    E não é só no bolso que o investidor ganha,para  qualquer empreendedor maior de 16 anos ,a prefeitura disponibiliza o Mais Sucesso (curso de gestão empresarial). Marcela  Luz sempre quis montar seu próprio negócio e não sabia como. ” Agora tenho o apoio que precisava para começar”,diz.

    Todos os setores estão presentes nas atividades comerciais de Pinhais.São 444 indústrias,1671 pontos de comércio geral,2703 prestadores de serviços e 913 estabelecimentos atuantes em outros setores.Além de grandes redes de móveis e eletrodomésticos,Pinhais conta com pequenos serviços como costureira e sapateiro.

    Para a aposentada Rosa Souza, “Pinhais tem de tudo:desde agulhas até material de construção”. Rosa costuma fazer suas próprias roupas ,mas às vezes acaba comprando algumas prontas perto de casa. “O que encontro por aqui me agrada,mas minhas netas compram roupas em Curitiba”,diz.Por todo esse esforço Pinhais é a 9ª cidade em arrecadação do ICMS no Paraná e 4ª da RMC (SEFA/PR-2007).

    Unibrasil oferece assessoria jurídica a pessoas de baixa renda dezembro 8, 2009

    Posted by ricardotavares in 4JOAD, Cidadania, Tarumã.
    add a comment

    A maior demanda que a população da Zona Leste apresenta por assessoria jurídica é na área de família.De acordo com os dados da coordenação da universidade as pessoas vêem diretamente em busca de soluções para seus problemas.

    Assessoria urídica da Unibrasil atende o público no bloco 06 (o último) no campus da faculdade

    Preservação e Conservação dos espaços de lazer dezembro 8, 2009

    Posted by unicoprodutosnaturais in Cidadania, Uncategorized.
    1 comment so far

    A prefeitura informou que a limpeza e manutenção dos locais mantidos por ela são feitas dentro de um cronograma. Dependendo do lugar, a periodicidade varia entre 15, 20 e 25 dias. No verão o tempo é menor para manutenção devido ao crescimento rápido do mato.

    “A nova iluminação e as obras vão proporcionar mais segurança e o uso noturno da praça”, diz o gerente de Praças da Secretaria do Meio Ambiente, Jean Brasil.

    A praça foi inaugurada em julho de 2007, e o nome do espaço e uma homenagem para o Mansueden dos Santos Prudente, conhecido como “Chocolate” (1931-1984), “ele tinha a cor e a força transformada em samba na bateria da escola que fundou a Ideais do Ritmo”.

    Informações e endereço de praças na região

    Iluminação traz segurança na praça Chocolate dezembro 8, 2009

    Posted by unicoprodutosnaturais in Cidadania, Lazer, Uncategorized.
    2 comments

    Nova Iluminação e quadras reformadas na praça Chocolate . Foto Elize Brasil

    As quadras de esportes ganham iluminação e trazem segurança aos moradores da região. ”Agora tem como aproveitar e jogar bola com mais tranqüilidade, até mesmo a noite”, diz Guilherme Russo, estudante de 17 anos.

    Antes vista como ponto para uso de bebidas e drogas por adolescentes, devido à falta de manutenção e segurança, após a reforma ter começado a mostrar resultados, a comunidade voltou a freqüentar o local e utilizar o espaço de lazer ,leia reportagem, Praça Mansueden dos Santos Prudente recebe melhorias.

    Mesmo com a reforma alguns moradores da região explicam que existe um espaço não aproveitado na praça. ”A quadra de boche nunca foi usada porque não tem bolas para jogar, é usado como lugar para adolescentes namorar. Esse espaço devia ser trocado por uma pista de skate, seria mais útil“, diz Célia Melo, comerciante.

    O espaço atrai moradores de outros bairros “Sempre freqüento a praça quando posso para distrair e conversar com amigas”, diz Janaina, estudante 21 anos moradora da Vila Oficinas.

    Preservação e Conservação dos espaços de lazer

    Compromisso com a comunidade ou campanha eleitoral dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAN, Cajuru, Cidadania, Moradia, Moradores.
    1 comment so far

    Em entrevista para GAZETA DO POVO, 3/11/09 a assessoria nega que o programa tenha caráter assistencialista. Segundo a assessoria do prefeito, o objetivo do programa é criar condições para emancipar as famílias beneficiárias, de modo que não elas precisem depender de programas sociais.

    Outros programas da prefeitura já deram certo, como é o caso do Projeto Piá, onde histórias de transformação são consequencias do projeto, como podemos ver na matéria de Tatielle Euzébio.

    No site da Prefeitura de Curitiba também podemos encontrar mais informações sobre o programa.

    Nesta ação do Famílias Curitibanas várias secretarias e órgãos municipais estão envolvidos.

    Fundação de Ação Social

    Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab)

    Secretaria Municipal da Saúde

    Secretaria Municipal da Educação

    Fundação Cultural de Curitiba

    Secretaria Municipal do Abastecimento

    Secretaria Municipal do Esporte e Lazer

    Secretaria Municipal do Meio Ambiente

    Secretaria Municipal de Planejamento

    Secretaria do Governo Municipal

    Secretaria Municipal de Administração

    Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego

    Instituto Municipal de Administração Pública

    Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba

    Fora do papel, projeto na Prática dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAD, Cajuru, Cidadania, Moradia, Moradores.
    1 comment so far

    Moradora do bairro Cajuru há 20 anos, a catadora de papel Fabiana Souza, 40 anos, se surpreende com o programa. “Trabalhei a minha vida inteira e já tinha perdido a esperança de um dia mudar de vida, agora vou ter a chance de ter a minha casa e comida boa para mim e para meus filhos”. Após análise de todas as famílias cadastradas, Fabiana foi selecionada por estar dentro do perfil e atender aos critérios de necessidades, desenvolvidos pelos membros da comissão que organizou o projeto e contou com representantes de todas as secretarias incluídas no programa. Ela terá atendimento e será assistida por dois anos. Após esse período a Fundação de Ação Social espera que esta família esteja bem estruturada e tenha condições de se manter estável. Para isto, o programa conta também com formação profissional a fim de que ela tenha direito a um salário e possa manter-se sem apoio.

    A educadora Lílian Aparecida Garcia, formada em Serviço Social, funcionária do CMEI Trindade, localizado em região abrangente do programa, diz estar feliz e satisfeita em poder participar, é um programa que beneficiará milhares de pessoas carentes nesta primeira etapa que durara em torno de sete anos. Em princípio, parece pouco, mas, se conseguirmos ajudar a colocar essas pessoas no mercado de trabalho, vamos colaborar para o crescimento não só no bairro Cajuru, mas também para a melhoria das condições de vida de toda cidade”.

    No vídeo Lilian explica um pouco mais sobre o programa.

    Projeto busca atender 49 famílias por dois anos dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAD, Cajuru, Cidadania, Moradia, Moradores.
    1 comment so far

    O projeto Famílias Curitibanas tem como ponto fundamental diminuir o índice de violência e dar condição de moradia digna e segurança alimentar, nutricional familiar, educação, educação do meio ambiente e habilidades para mão de obra qualificada. A meta é atingir 7 mil famílias classificadas em alto e médio grau de vulnerabilidade social em um período de quatro anos, sendo que só na região do Cajuru são 49 para serem assistidas por dois anos. Essa seleção é extraída da base do cadastro único do FAS.

    Para a representante da Secretária da Educação, Lori Fátima Martins, “este programa vem para ajudar as famílias moradoras de áreas carentes e com baixa ou nenhuma renda familiar a ter uma vida mais digna, com direito à cidadania, moradia, educação e alimentação saudável”. O programa conta com parcerias da Cohab, Secretaria de Abastecimento, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, Fundação de Ação Social, Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Secretaria Municipal de Abastecimento (Smab), ICI (Instituto Curitiba de Informática) e o Instituto Municipal de Administração Pública (IMAP).

    Representante do CMEI da região faz reunião com a comunidade para discutir projeto que beneficiara 49 famílias. Foto Evandro Rocha

    Beneficio para famílias do bairro Cajuru dezembro 8, 2009

    Posted by Evandro in 4JOAD, Cajuru, Cidadania, Moradia, Moradores.
    1 comment so far

    No último dia 4, foi realizada no Lar das Meninas, na região da Vila Autódromo, a reunião que formalizou para 12 famílias a mudança de vida. Com supervisão de assistentes sociais, as famílias assinaram um contrato de direitos e deveres, onde constam regras e normas que comprovam que elas recebem ajuda da prefeitura com cesta básica, moradia e matriculas escolares dos filhos.

    Em troca do beneficio, precisam honrar o compromisso de estudar e fazer o curso profissionalizante. As reuniões acontecem uma vez por semana, sempre nas quintas-feiras e excepcionalmente nesta sexta-feira foi realizada a reunião que concretizou o programa para estas famílias, porque o local de costume estava ocupado para outros eventos.

    O Projeto Famílias Curitibanas que tem o apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba por meio da Fundação de Ação Social (FAS) apresenta como proposta trabalhar de forma integrada todos os setores municipais. O objetivo do trabalho é estimular nas famílias curitibanas a convivência familiar e o direito à cidadania, educação, saúde, inserção produtiva e geração de renda e para isso o programa conta entre outros benefícios com a construção de um conjunto habitacional para onde famílias de moradias precárias serão relocadas ou terão suas casas reformadas, se esse for o caso.

    Depois de selecionados, moradores serão relocados para áreas com infra-estrutura de qualidade ou terão casas reformadas, pela Cohab. Foto Evandro Rocha

    O que é o cicloturismo dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte, Uncategorized.
    Tags: , , , , , , , , ,
    add a comment

    cicloturismo é uma forma de turismo que consiste em viajar utilizando como meio de transporte uma bicicleta. É uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de se fazer turismo.

    Neste video, Gestennberger Reis  fala sobre o cicloturismo e ciclismo.

    http://www.bikesul.com/site/

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

    Economia para quem utiliza a bicicleta dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , ,
    add a comment

    Para os trabalhadores, a utilização da bicicleta pode resultaruma economia média de R$ 101,20 por mês. O equivalente a quase metade de uma sexta básica no Paraná, hoje cotada em R$222,67, segundo tabela do Dieese.  Os que trocaram o transporte público ou privado pela bicicleta, não se arrependem. O principal  benefício alcançado é a melhoria da qualidade de vida. “ o exercício  melhora o condicionamento físico e evitar problemas cardíacos, além de aumentar a disposição diária”, afirma Marcos Sebastião, médico.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

    Quanto custa a brincadeira dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Para quem se animou em começa a pedalar, tem bike a partir de R$219,00.  Mais para aqueles que querem algo mais elaborado, aqui vão os preços.

    Tabela com preços

    Uma boa Bike R$690,00

    Capacete        R$70,00

    Luvas              R$37,00

    TOTAL           R$797,00

    Espaço de lazer é revitalizado e anima moradores do Capão da Imbuia dezembro 7, 2009

    Posted by unicoprodutosnaturais in Cidadania, Uncategorized.
    1 comment so far

    Maior praça do bairro ganha reforma de quadras e brinquedos . Foto Elize Brasil

    Perto das férias escolares, o espaço de lazer Mansueden dos Santos Prudente, localizada em uma região movimentada do Capão da Imbuia, ganha um novo visual. A prefeitura trabalha na troca de areia das quadras, no plantio de grama e instalação de iluminação em toda a praça. A entrega das obras está prevista para a metade deste mês.

    Iluminação traz segurança na praça Chocolate

    Leis para ciclistas dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    1 comment so far

    O código de trânsito brasileiro prevê normas para a circulação de bicicletas, ainda desconhecidas de muitos. Segundo a legislação brasileira de trânsito, na falta de ciclovias o ciclista deve andar pela rua, a um metro e meio de distância das bordas. Além de seguir as mesmas normas obrigatórias aos veículos, o código também prevê o uso de alguns equipamentos obrigatórios como espelho retrovisor do lado esquerdo, olhos de gato e buzina.

    http://www.transportes.gov.br/bit/trodo/codigo/index.htm

    http://www.ippuc.org.br/

    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    As dificuldades em aderir ao uso da bike

    As dificuldades em aderir ao uso da bike dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Manter uma bicicleta tem um baixo custo. Foto:Gleiciany Oliveira

    As principais reclamações dos ciclistas são a má conservação das vias, o desrespeito dos motoristas e a falta de bicicletários. Para Gestennberger Reis, 49, dono de uma agência de cicloturismo, Curitiba é uma cidade onde há espaço para andar de bicicleta. O problema é que as empresas não motivam os seus funcionários a utilizarem a bicicleta para trabalhar. “Se oferecessem vestiários para os funcionários e local seguro para guardarem as bicicletas, com certeza mais pessoas trabalhariam de bicicleta”, diz. O que reduziria os congestionamentos na cidade mais motorizada do país, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

    Leis para ciclistas
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo

    Ciclovias de Curitiba dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Idéias, Lazer, Meio Ambiente, Ruas, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Curitiba possui cerca de 120 quilômetros de ciclovias. Aumentar este número é uma alternativa para tentar reduzir os congestionamentos. O Plano de Mobilidade, um projeto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUC),  tem a intenção de ampliar em 87% as vias destinadas às bicicletas.O projeto prevê a implantação de ciclofaixas, rotas privilegiadas,  calçadas compartilhadas e colocação de bicicletários em pontos estratégicos,ainda a serem definidos.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã

    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Economia, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , ,
    add a comment

    Quem transita pela Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, tem um bom motivo para utilizar a bicicleta. Neste trecho, onde há a via compartilhada, o trajeto é calmo e a via esta em bom estado de conservação. Diferente de outras localidades da cidade.  Segundo Josué Fernandes, 42, Pedreiro, “o caminho é tranqüilo e tem espaço para todos utilizarem”. Ele mora no Bairro Alto e vai trabalhar de bicicleta todos os dias. O uso da  bicicleta é uma alternativa saudável e barata, além de economizar tempo. Segundo dados do (IPPUC), a bicicleta é um meio mais rápido em trajetos até 15 Km.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo

    A bicicleta é uma boa alternativa para moradores do Tarumã dezembro 7, 2009

    Posted by Gleiciany Oliveira in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Esporte, Lazer, Meio Ambiente, Tarumã, Trabalho, Transporte.
    Tags: , , , , , , , ,
    add a comment

    Via Compartilhada na Victor Ferreira é alternativa para ciclistas. Foto:Gleiciany Oliveira

    Incentivar o uso da bicicleta e uma alternativa para reduzir os congestionamentos e a poluição. O Tarumã possui um dos trechos em melhor  conservação para a prática do ciclismo.  Quem opta por ir ao trabalho de bicicleta economiza em média,  R$101,20 em passagens de transporte urbano.

    Leis para ciclistas
    As dificuldades em aderir ao uso da bike
    Ciclovias de Curitiba
    Ciclista e pedestres dividem espaço na Victor Ferreira
    Economia para quem utiliza a bicicleta
    Quanto custa a brincadeira
    O que é o cicloturismo
    Outras reportagens – Ciclovia da Rua Konrad Adenauer tem melhores condições para ciclistas do que para pedestres

    Informações sobre transporte público em Curitiba dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , ,
    3 comments

             Para obter o passe escolar, é preciso cumprir alguns requisitos. Isso colabora para que o prejuízo da Urbs diminua. Os gastos com vandalismo chegam a R$270 mil por mês, segundo site Globo.com.

     

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

    Alunos invadem tubo no Tarumã

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , , , , ,
    4 comments

                Segundo Anderson, cobrador que não quis ter o sobrenome revelado, o pior horário é entre 11h50 e 12h10, quando alunos do Paulo Leminski são liberados das aulas. “Imagine se todos que vêem eles [alunos] invadindo também fossem invadir, ia sobrar quem pra pagar?”, questiona.

                Mas seu companheiro de trabalho, Braz, destaca que isso não acontece em todos os pontos e cita o Colégio Militar, também na Victor Ferreira do Amaral. “Lá [Colégio Militar], se você vê qualquer coisa, é só ligar para a direção do Colégio que no outro dia vai estar tudo resolvido. Agora, aqui [Paulo Leminski], não” e emenda “uma vez, vieram até professores do Paulo Leminski aqui fazer manifestação a favor da invasão. Eles diziam que o preço da passagem é muito alto”.

                O estudante de Direito, Leonel Salvá, diz que a população sairá perdendo enquanto isso não acabar. “O preço das passagens tende a subir ainda mais com os estragos em ônibus, tubos e terminais, e também com as invasões”, conclui.

                Nem a presença da Polícia Militar no local reprime totalmente a ação destes jovens. Apesar de não invadirem o tubo, os invasores fazem piadas sobre o assunto e comentam ironicamente que “os caras estão ali para prender os bandidos”.

                Inseguros, alguns cobradores guardam um pedaço de pau atrás de sua cadeira de trabalho, e dizem que, se precisar, não vão ter medo de usar. Isso desencadearia uma série de outros problemas que, certamente, traria os adolescentes como simples vítimas.

                Em defesa dos cobradores, Salvá diz que a principal culpada é a população. “Se todo mundo se mobilizasse seria possível impedir isso. Mas as pessoas ainda colaboram, mesmo que indiretamente, ao comprarem os créditos que os alunos vendem na catraca”.

     

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

    Alunos invadem tubo no Tarumã

    Informações sobre transporte público em Curitiba

    Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã.
    Tags: , , , , ,
    3 comments

    Tubo do Detran que passou por reforma recentemente (Foto: Mariana Gatzk)

                O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

                Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

    Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

                Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

     

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

    Informações sobre transporte público em Curitiba

    Tubo do Detran sofre com ação de vândalos dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Educação, Ruas, Segurança, Tarumã.
    Tags: , , , , ,
    4 comments
    Tubo do Detran sofre com vândalos

    Vândalos riscam vidro no tubo do Detran (Foto: Mariana Gatzk)

    O tubo do Detran, na avenida Victor Ferreira do Amaral, zona Leste de Curitiba, recebe 3500 pessoas por dia. Sem contar adolescentes que, após comercializarem os créditos do cartão-transporte, invadem o tubo. Após reforma concluída há um mês, o tubo já tem vidros e lataria danificados. Para o cobrador José Braz, trata-se de uma minoria. “Não podemos acusar a todos.”

     

    Alunos invadem tubo no Tarumã

    Cobradores se sentem ameaçados por ação de vândalos

    Informações sobre transporte público em Curitiba

    Alunos invadem tubo no Tarumã dezembro 7, 2009

    Posted by impressionismo in 4JOAD, Cidadania, Cotidiano, Ruas, Tarumã, Transporte.
    Tags: , , , , ,
    add a comment

                O Colégio Estadual Paulo Leminski, com quase 3 mil alunos, fica na avenida Coronel Augusto de Almeida Garret, zona Leste de Curitiba. Próximo a ele, está o tubo do Detran, onde passam os ligeirinhos Inter2 e Bairro Alto/Santa Felicidade.

                Ao cruzarem a avenida Victor Ferreira do Amaral, onde está localizado o tubo, alguns alunos do Paulo Leminski fazem uma fila na rua e saltam pela porta de embarque/desembarque, para o interior do mesmo. Braz explica que a massa se divide em dois grupos. “Fica uma fila aqui [catraca] para pagar, e outra fia ali [avenida] para invadir”.

    Para facilitar a ilegalidade, durante a reforma, a porta lateral do tubo estava com defeito e não podia ser fechada. As pessoas que ficavam paradas ali, à espera do ônibus, eram empurradas e ofendidas com palavrões.

                Além da invasão, alunos negociam créditos do cartão transporte na catraca, vendendo-os a outros passageiros por um preço inferior ao real, de R$2,20.  Este comércio acontece sem disfarce algum, como se fosse algo legalizado.

    Corredor cultural incentiva os artistas de todos os lugares dezembro 3, 2009

    Posted by limajornalis in 4JOAN, Cidadania, Cultura.
    Tags:
    3 comments

    Grupo de teatro do RJ participam do corredor de Cultura

    Repórter Kelly Lima

    Na edição de 2009 o Festival de Cultura apresentou no sábado dia 21 de novembro, na Praça Santos Andrade as bandas Sincopé, Eu e você e Maria e a peça de teatro de rua Mahuet. Os curitibanos que presenciaram palcos e tendas nas ruas e praças, já sentem falta da alegria e alegorias dos artistas que tomaram os espaços culturais de Curitiba,por meio de mostras, shows, debates, oficinas e apresentações, no dia a dia as pessoas interagiram com o Festival de Cultura do Paraná, que ocorreu entre os dias 18 e 22 de novembro, que ousaram nas atrações. /fotos: Amanda Bozza

    Festival cultural não é festival comercial 

    Muito mais que apresentações um exercício de cidadania 

    Com o teatro de rua a resposta é sempre imediata 

    Lixeiras são o suficiente, mas falta responsabilidade outubro 5, 2009

    Posted by suelen24 in 4JOAN, Capão da Imbuia, Cidadania, Educação, Meio Ambiente.
    Tags: , , , ,
    6 comments

    Copos descartáveis, garrafas de água, papéis de bala, bitucas de cigarros e uma variedade de chicletes grudados no chão. Esse é o terminal do Capão da Imbuia.

    Francisco Martins, fiscal-supervisor da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), trabalha há cinco anos no terminal e informa que há dois funcionários que cuidam da manutenção, contratados pela Urbs. “Eles são temporários, começam às 7h da manhã e vão até 16h, fazem a limpeza dos banheiros, das guaritas e do chão”.

    São mais de 20 lixeiras espalhadas, algumas com menos de um metro entre elas. Essas são as que estão fixadas nos pilares, mas há também aquelas improvisadas pelos pequenos comerciantes do local, como galões de detergentes ou gasolina. Mirian da Silva, comerciante há oitos anos, reclama. “Pagamos a manutenção de um dia inteiro e só é feito em um turno”. A manutenção é cobrada mensalmente pela Urbs.

    Martins confessa. “É difícil manter o terminal limpo, pois existe um fluxo muito grande de pessoas e apesar das lixeiras não damos conta. É feito a limpeza constante, mas o pessoal não colabora”.

     Suelen Rocha- 4º JOAN.

    Enquanto espera, o povo se aperta setembro 25, 2009

    Posted by Michele Saide in 4JOAN, Capão da Imbuia, Cidadania.
    Tags: , ,
    10 comments

    Superlotação é motivo de muitas reclamações no terminal do Capão da Imbuia. Com a estrutura precária e comprometida, o menor terminal de ônibus de Curitiba já não atende com segurança e conforto a quantidade de pessoas que por ali passam.

    (mais…)

    Sinalização incoerente agosto 31, 2009

    Posted by Christiano Kubis in Cidadania, Cotidiano, Ruas, Segurança, Tarumã.
    3 comments

    Sinalização incoerente

    No cruzamento da  Avenida Victor Ferreira do Amaral com a rua Konrad Adenauer,  no Tarumã, é impossível conseguir atravessar a rua e respeitar a sinalização de trânsito. (mais…)

    Doe Calor tem mais de 30 pontos de arrecadação de agasalhos no Cajuru junho 28, 2009

    Posted by aninhamoreira in Cajuru, Cidadania.
    Tags:
    add a comment

    A campanha Doe Calor, da Prefeitura de Curitiba, possui 873 postos de coleta, instalados por toda a cidade, sendo 32 somente no bairro Cajuru. São supermercados, farmácias, bancos, lojas, que abrem espaço no seu comércio para a solidariedade. Nesta quarta-feira (24) ocorreu a entrega de 2,4 mil cobertores no bairro, encaminhados a 1,2 mil famílias. Também foram beneficiadas 11 instituições sociais que atendem na região. (mais…)

    Multiplique seu amor junho 28, 2009

    Posted by rubiacristina in Cidadania, Pinhais.
    Tags: , , , ,
    add a comment

    Este é o slogan da campanha lançada oficialmente em Pinhais e que tem o objetivo de arrecadar agasalhos e cobertores para as famílias que necessitam. Foi montada uma estrutura visando à divulgação, arrecadação e distribuição do material doado aos mais carentes durante a campanha, com postos de arrecadação em estabelecimentos comerciais, bancários e órgãos do executivo municipal. (mais…)

    A solidariedade que aquece neste inverno junho 27, 2009

    Posted by rubiacristina in Cidadania, Pinhais.
    Tags:
    add a comment

    A campanha de agasalho em Pinhais já arrecadou 5 mil peças de roupas. A população, em gesto de solidariedade, coletou agasalhos e cobertores, que irão beneficiar diversas famílias carentes. A campanha ” Multiplique seu Amor” começou no inicio do mês se estende até agosto. (mais…)

    Delegacia da Mulher será implantada em Pinhais junho 25, 2009

    Posted by stehlagos in Cidadania, Pinhais, Segurança.
    Tags: , , ,
    2 comments

    A Secretaria de Segurança e a Prefeitura de Pinhais se movimentam para criar até o fim do ano a primeira Delegacia da Mulher no município. O projeto foi discutido num encontro entre o prefeito Luizão Goulart, a vice Marli Paulino e o delegado da Polícia Civil, Jairo Amodio Estórrio. O projeto já está pronto e só falta fechar algumas parcerias para as obras começarem.

    (mais…)

    Histórias de transformação que saem do projeto Piá junho 25, 2009

    Posted by Tatielle Euzébio in Cajuru, Cidadania, Educação, Moradores.
    Tags: , , , , ,
    2 comments
    Em frente a escola Omar Sabbag Iverson, seu filho e sobrinha. Relembrando os bons tempos da infância.

    Em frente à escola Omar Sabbag, Iverson, seu filho e sobrinha. Relembrando os bons tempos da infância.

    Iverson Moreira de Souza, 29 anos, começou a participar do projeto Piá com apenas 12 anos. Trabalhou como voluntário e aos 18 já era monitor. Um ano depois se tornou diretor e auxiliou na construção de uma história diferente. As instituições de apoio pedagógico no Cajuru ajudam a diminuir o índice de crianças na rua fora do horário de aula. O projeto Piá foi o primeiro incentivo para ocupar os alunos com atividades extracurriculares. Há dois anos foi substituído pelo projeto Contra turno, na Vila Oficinas e atende os alunos do colégio Omar Sabbag. Os resultados deste trabalho na maioria são positivos. A trajetória de Iverson é um deles. (mais…)

    Doe calor beneficia mais de mil famílias do Cajuru junho 15, 2009

    Posted by Jenifer Magri in Cajuru, Cidadania.
    Tags: , , , , ,
    add a comment
    campanha do agasalho Doe Calor

    No lançamento da campanha Doe Calor 2009, ocorreu a entrega do primeiro lote de doações, com 2.500 cobertores para 1.250 famílias do Cajuru. Cada família ganhou dois cobertores. A prioridade neste ano é a arrecadação de cobertores, mas as pessoas podem doar, como todos os anos, agasalhos em geral, como blusas, enxovais e calçados. A ação teve início na última semana de abril e vai até 31 de agosto, promovida pela Prefeitura Municipal de Curitiba, pelo Instituto Pró-Cidadania de Curitiba (IPCC) e pela Fundação Ação Social (FAS). O lançamento aconteceu no Barracão do Linhão do Emprego, no Cajuru. (mais…)

    Necessidades da população orientam as atividades da Regional Cajuru junho 14, 2009

    Posted by João Luiz Guarneri in Cajuru, Cidadania, Cultura, Esporte, Lazer.
    Tags: , , , ,
    add a comment

    As atividades esportivas e culturais realizadas pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e pelo Centro de Esporte e Lazer, na Regional Cajuru, são determinadas de acordo com as necessidades e interesse da população do bairro. As organizações locais disponibilizam novas disciplinas e modalidades, conforme elas sejam solicitadas pela comunidade. Além das escolinhas de esportes, música e artes, outras podem ser viabilizadas de acordo com a procura e a estrutura física dos locais. (mais…)

    Pinhais implanta Guarda Municipal maio 28, 2009

    Posted by stehlagos in Cidadania, Pinhais, Segurança, Trabalho.
    Tags: , , ,
    add a comment

    Com a aprovação por unanimidade da lei municipal n.969/09 no dia 5 de maio, a Guarda Municipal está oficialmente implantada em Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Este é o sétimo município do Paraná que recebe tal reforço na segurança pública. Serão geradas primeiramente 80 vagas para este serviço e a seleção será feita por concurso público na região.

    imagem1

    (mais…)

    Trabalho de ONG reduz violência em escola no Cajuru maio 25, 2009

    Posted by João Luiz Guarneri in Cajuru, Cidadania, Educação.
    Tags: , , ,
    2 comments

    O Colégio Estadual Senhorinha de Moraes Sarmento reduziu em 95% os índices de agressões entre alunos após o ciclo de palestras e cursos realizados pela Organização Não-Governamental (ONG) Projeto Não Violência Brasil (PNV). De acordo com Sílvia Oliveira, professora integrante da equipe pedagógica do colégio, os trabalhos da ONG promoveram, nos últimos seis meses, melhoras também na relação entre professores e alunos. Silvia Oliveira diz que os atos violentos, que antes eram corriqueiros, passaram a ser eventos esporádicos. (mais…)

    Corrida quebra rotina familiar maio 19, 2009

    Posted by camipp in Cidadania, Comércio, Cultura, Educação, Eventos, Lazer, Pinhais.
    Tags: , , , ,
    add a comment

    O Campeonato Mundial de Carros de Turismo da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), se transforma em Curitiba todo ano em programa familiar. A corrida possui um público incomum, entre os 18 mil espectadores (segundo jornal Gazeta do Povo) encontram-se de jovens aficionados por carros a casais com seus respectivos filhos. As famílias buscam modificar a rotina do fim de semana, que inclui basicamente ida a restaurantes e parques.

    Silvana Batista, 35 anos, moradora de Curitiba, foi ao evento com marido e filhos. Para ela, assistir às corridas é uma novidade, já que costumam ir a pesqueiros ou churrascarias. Seu marido, Ademar Batista, 40 anos e a filha Gabriela, 9 anos, já assistiram à Fórmula Truck e consideram corrida de carros um programa divertido.O WTCC acontece anualmente no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais.

    Camila Peres Pinho

    Mudança do transporte não agrada moradores dezembro 26, 2008

    Posted by day in Bairro Alto, Cidadania, Cotidiano, Transporte.
    Tags: ,
    add a comment

    O ônibus alimentador Paraíso, que leva os passageiros do Bairro Alto para o terminal, foi trocado na metade do ano por um microônibus. Mesmo sendo mais moderno, causa transtorno para algumas pessoas. O alimentador não possui mais o cobrador e o motorista tem que fazer os dois serviços. A assistente de educação Josiane Camara Da Silva, 29, afirma que piorou porque ele acaba atrasando e quando chega ao terminal do Bairro Alto perde o outro ônibus.

    paraiso

    Atraso do veículo está entre as reclamações de moradores.

    (mais…)

    Resultado do projeto PraQbrá incentiva novas ações dezembro 25, 2008

    Posted by Rafael Schoenherr in Cajuru, Cidadania, Meio Ambiente.
    Tags: ,
    1 comment so far
    praqbra_1

    Os primeiros instrumentos foram feitos com materiais recicláveis. Foto: Day Meller.

    As conquistas do projeto PraQbrá criado em 2004, nas Moradias Cajuru, com intuito de promover a inclusão social, têm motivado a Grande Roda de Tambores, ONG responsável pelo projeto, a buscar profissionalizar a idéia, expandindo-a. Remuneração, patrocínio e maior proximidade da comunidade são metas para 2009.

    (mais…)

    Centro Espírita prioriza idosos para um natal feliz dezembro 24, 2008

    Posted by lucaslaranjeira in Cidadania, Cotidiano.
    Tags:
    1 comment so far

    O Centro Espírita Casa do Pobre Dr. Adolfo Bezerra de Menezes é uma instituição religiosa sem fins lucrativos e todo ano faz o possível para tornar o Natal de vários idosos carentes um momento feliz. A casa espírita kardecista faz doações todo dia 8 de cada mês que ajudam cerca de 40 senhores e senhoras. Neste dia além de receber a cesta básica, com doações diversas os idosos recebem um farto café da manhã, possivelmente o mais completo que tenham no mês. O dia 8 de dezembro é um dia especial, pois é a data reservada para comemorar o Natal, a casa promove um almoço, que reúne os idosos para uma confraternização, que inclui risoto, frango assado, sobremesa e refrigerante.  

    Uma das senhoras que é beneficiada pela Casa do Pobre

    Uma das senhoras que é beneficiada pela Casa do Pobre.

    (mais…)

    Isaías Soares dá curso de pizzaiolo para a comunidade dezembro 17, 2008

    Posted by silwana in Alimentação, Cajuru, Cidadania, Cotidiano.
    Tags: , , , ,
    17 comments
    foto-0436

    Comunidade do bairro Cajuru realizando o curso de pizzaiolo.

    Um prato delicioso e apaixonante, um exercício de criatividade, uma opção gastronômica agradável, uma boa massa, molho sofisticado e elogiado por todos.  A arte produzida por Isaías Soares Pereira é uma pizza cheia de combinações em um trabalho voluntário. Ele é representante comercial, mora no bairro Cajuru e tem 42 anos. Iniciou um curso de cozinheiro com a mesma idade que começou a trabalhar como representante comercial, aos 17 anos. O curso de um ano e meio despertou em Isaías a paixão pela cozinha. Formou-se como cozinheiro internacional (comida francesa, italiana e Japonesa) pelo SENAC em São Paulo. (mais…)

    Família vive em situação precária perto de rodovia dezembro 9, 2008

    Posted by giliardi in Cidadania, Cotidiano.
    Tags: , , , ,
    3 comments
    Panelas ficam pretas por causa fogo feito com lenha.

    Panelas ficam pretas por causa fogo feito com lenha.

    Numa casa de três peças, medindo 24 metros quadrados, o chão é de barro batido, as paredes são de madeira com diferentes tamanhos e algumas são pintadas. A cobertura tem uma crosta  por causa da queima do óleo diesel usado na lamparina, que serve para  iluminar a casa à noite, pois o local  não possui energia elétrica e muito menos água  encanada. Há quatro anos  moram neste local os lavradores Francisco Ferreira e Naudina Gonçalves, com seus sete filhos. Francisco era sorveteiro. As coisas não estavam indo muito bem, o dinheiro que ganhava mal dava para pagar o aluguel e sustentar a casa. Como a situação não melhorou, achou local para construir a casa e veio com seus filhos e a esposa morar próximo à PR 423, que liga Araucária a Campo Largo.

    (mais…)

    Capão da Imbuia presta soliedariedade a Santa Catarina dezembro 8, 2008

    Posted by maisaekermann in Capão da Imbuia, Cidadania.
    Tags: , , ,
    2 comments
    Foram arrecadadas 5 caixas cheias de alimentos, além de cobertores e roupas

    Foram arrecadadas 5 caixas cheias de alimentos, além de cobertores e roupas.

    Alguns moradores do bairro Capão da Imbuia  reuniram-se no  dia 1º de dezembro para discutir o que poderia ser feito para ajudar os flagelados de Santa Catarina. O grupo montou um posto de arrecadação na Rua João Bientinez, perto do terminal do Capão, para que os moradores pudessem contribuir com o que fosse possível. A surpresa dos organizadores foi grande, em um gesto de soliedariedade, os moradores doaram não só alimentos, mas também móveis, roupas e cobertores. (mais…)

    União entre escola e comunidade fica acima das expectativas dezembro 1, 2008

    Posted by grazieliteixeira in Bairro Alto, Cidadania, Educação.
    Tags: , , ,
    add a comment

    A iniciativa de instalar o projeto Comunidade Escola é da escola juntamente com a comunidade. A solitação é feita à prefeitura pelo núcleo de educação da escola. A coordenadora do projeto, Liliane Casagrande Sabagg, disse que a inauguração ficou acima de qualquer expectativa. “A escola e a comunidade está super envolvida com o evento, nós ficamos muito felizes por isso”. A Escola Municipal Araucária comemorou neste sábado o seu aniversário de 32 anos, a inauguração da cancha coberta e o lançamento do Comunidade Escola. O projeto prevê a abertura da escola para a comunidade durante os finais de semana das 9h às 17h. Serão ministrados cursos de informática pintura, bordado, artesanato, esporte, dança e vários outros, todos gratuitos e para quem quiser participar. (mais…)

    Evento abre oficialmente atividades da Comunidade Escola dezembro 1, 2008

    Posted by Bravo in Bairro Alto, Cidadania, Educação.
    Tags: , , , , ,
    add a comment

    No último dia 29 de novembro a Escola Municipal Araucária completou 32 anos. Para festejar a data a escola organizou uma festa comemorativa, realizada nas dependências da instituição. Além da comemoração de aniversário, a festa foi marcada pela inauguração oficial da quadra poliesportiva coberta, que ficou pronta no mês de agosto. Também foi marcado o inicio do projeto Comunidade Escola o espaço da gente. “Desde setembro o projeto vem sendo desenvolvido aqui na escola, mas hoje está sendo oficializado”, explica a Coordenadora do projeto Adinda Luis Lass.

    mural feito pelas crianças em homenagem a escola

    Mural feito pelas crianças em homenagem à escola. Foto: Fernando Nóbrega.

    (mais…)

    Comunidade Escola traz opção de lazer ao Bairro Alto dezembro 1, 2008

    Posted by nando2007 in Bairro Alto, Cidadania, Educação.
    Tags: , ,
    1 comment so far

    A inauguração do programa Comunidade Escola no dia 28 de novembro, na Escola Municipal Araucária, traz uma opção de lazer para os moradores do Bairro Alto que sofrem com uma grande carência nesse sentido. A inauguração ocorreu na comemoração dos 32 anos da escola, juntamente com a entrega da nova cancha coberta. As obras no colégio auxiliarão os mais de 1.100 alunos do ensino fundamental e da educação de jovens e adultos, além de toda a comunidade.

    quadra coberta inaugurada com a festa de 32 anos do colégio

    (mais…)