jump to navigation

Rua Leopoldo Belczak concentra comércio no bairro Capão da Imbuia dezembro 17, 2009

Posted by tomjunior83 in 4JOAN.
trackback

Repórter Antonio Júnior

4º JOAN

A rua Delegado Leopoldo Belczak oferece às pessoas que moram no bairro do Capão da Imbuia, em Curitiba, uma estrutura comercial que tem crescido nos últimos anos. A rua, que começa no limite da cidade com o município de Pinhais, cruza praticamente todo o bairro, terminando somente na BR 116, já no bairro Cristo Rei – e é nela que está concentrada a maior parte do comércio da região.

Os arredores do terminal de ônibus é a parte mais movimentada, contando com lojas de eletrodomésticos, carros, farmácias, supermercados e ainda bares e lanchonetes. É praticamente um mini-centro regional onde as pessoas podem encontrar a maioria dos produtos e serviços para o cotidiano.

Comércio na rua Leopoldo Belczak - Foto : Antonio Júnior

A funcionária pública Regina Sepel conta que o bairro oferece as coisas mais importantes para resolver seus problemas. “Tudo o que preciso tem no bairro. Não é necessário sair daqui para comprar coisa alguma”. Segundo ela, o bairro oferece panificadora, lojas de diversos tipos, casas lotéricas e médicos, além de um diferencial que nenhuma multinacional tem: “aqui os comerciantes me chamam pelo nome e já sabem as minhas preferências”, comemora.
O crescimento do comércio no bairro tem feito com que os moradores da localidade procurem cada vez menos as lojas e estabelecimentos do centro da cidade para fazerem suas compras. A comodidade e a praticidade são elementos fundamentais na hora de escolher as lojas “vizinhas” às grandes cadeias longe dali.
O empresário Daniel Carrano, “nascido e criado no Capão”, conta que mais de 70% dos clientes que freqüentam sua loja, especializada em decoração de interiores, são  pessoas que moram no bairro. Existe ainda uma clientela que vem de bairros vizinhos. “Um dos motivos da procura por nossa loja é o fato de eles não terem que pagar estacionamento, como ocorre no centro. Aqui nós não pagamos os aluguéis altos da região central da cidade, o que reflete no preço final dos produtos”, comenta Daniel.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: