jump to navigation

Nas Olimpíadas de Pinhais a medalha é de ferrugem dezembro 16, 2008

Posted by polianaaa in Pinhais.
Tags:
trackback

No Paraná, as olimpíadas aconteceram em Pinhais. Enquanto Maicol Felps ganhava oito medalhas de ouro lá em Pequim, aqui os moradores faziam revezamento de bóias. Os nossos campeões paranaenses ganharam medalhas, mas não de ouro, de ferrugem mesmo. Confira a crônica completa.

 

Toda vez que chove em Pinhais é a mesma história. Parece até clichê, mas as pessoas ficam ilhadas. O acessório mais utilizado nestes dias são as famosas botas de borracha cano longo, que hoje estão super na moda. A água bate nos joelhos dos altos, mas os baixinhos devem tomar cuidado, pois o risco de afogamento é grande.

 

Mas tudo tem seu lado bom, nas enchentes as pessoas ficam mais solidárias e adotam um bichinho de estimação. O quintal de casa ganha novos moradores, os dóceis ratinhos, tão bonitinhos e amigáveis. Os ratos precisam de três itens para sobreviver e se reproduzir, abrigo, alimentação e água. O último item é o que menos falta na região metropolitana do alagamento.

 

Uma hipótese provável para a quantidade de enchentes é o choro dos moradores. Eles se lamentam pela falta de asfalto, descarregamento de lixo em terrenos baldios, falta de iluminação nas ruas, e etc. Outra hipótese é o suor das pessoas que esperam os ônibus mais de um hora nos pontos sem ‘cabaninhas’.

 

Mas não tem motivo pra tanta reclamação. Quem mora em Pinhais não precisa enfrentar horas de estrada para chegar ao litoral do Paraná, e nem sair de casa. O mar entra no quintal, e nos dias de sol dá até para pegar um bronze na lage.

 

Bom mesmo seria se a água chegasse até a Millenium Disco Club Pinhais. Para os freqüentadores, lá “a viDA é LoKA Mano é noix aqui tutra, vamu pira uHUuu”. Imagine só a alegria dos brothers com o piscina no meio da pista de dança. As largas calças virariam colchões de ar, e “os mano pô e as mina pá”.

 

Nada melhor que o fim de semana na cidade. O shopping pinhanhense, Gralha Azul, fechou, supostamente, porque as pessoas preferiam pescar. Nas valetas abertas pode-se encontrar tanto girinos, como sapatos, e até o corpo do cachorrinho que sumiu e ninguém sabia onde estava.

 

O Autódromo Internacional de Curitiba, ops, de Pinhais, é o ponto turístico da cidade. O orgulho dos moradores. Lá acontecem até eventos internacionais. Então, quem sabe, um dia até Maicol Felps venha disputar uma medalha de ferrugem com os campeões do revezamento de bóias.

 

Pâmella Stadler e Poliana Dal Bosco

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: