jump to navigation

Família vive em situação precária perto de rodovia dezembro 9, 2008

Posted by giliardi in Cidadania, Cotidiano.
Tags: , , , ,
trackback

Panelas ficam pretas por causa fogo feito com lenha.

Panelas ficam pretas por causa fogo feito com lenha.

Numa casa de três peças, medindo 24 metros quadrados, o chão é de barro batido, as paredes são de madeira com diferentes tamanhos e algumas são pintadas. A cobertura tem uma crosta  por causa da queima do óleo diesel usado na lamparina, que serve para  iluminar a casa à noite, pois o local  não possui energia elétrica e muito menos água  encanada. Há quatro anos  moram neste local os lavradores Francisco Ferreira e Naudina Gonçalves, com seus sete filhos. Francisco era sorveteiro. As coisas não estavam indo muito bem, o dinheiro que ganhava mal dava para pagar o aluguel e sustentar a casa. Como a situação não melhorou, achou local para construir a casa e veio com seus filhos e a esposa morar próximo à PR 423, que liga Araucária a Campo Largo.

O casal trabalha de segunda a sexta mexendo com lavoura e os dois juntos ganham R$ 30 por dia para sustentar os filhos. O sonho de dona Naudina é ter um fogão e alimentos para poder cozinhar para seus filhos, pois quando falta arroz e feijão, e isso geralmente acontece nos últimos dias do mês, a polenta entra em cena.

Movéis e eletrodomésticos na casa quase não há. O fogão usado para cozinhar é chamado de taipa: tijolos são colocados no chão e uma chapa de ferro  separa as panelas do fogo feito com lenha. As panelas são todas pretas por causa da queima, no quarto apenas uma das três camas tem colchão. Na sala apenas um sofá, com molas soltas para fora, serve para a família conversar.

pb150105

A casa de seu Francisco, na PR 423, mede 24m², não tem luz nem água.

No quintal ficam as galinhas que dona Naudina cria e os cachorros vigiam o local quando o casal vai trabalhar e as crianças vão para a escola. A natureza é a vizinha silenciosa. Os pássaros  cantam e o som às vezes é cortado pelo barulho de caminhões que passam na rodovia em frente à casa. Dona Naudina diz não ter medo de morar em frente à rodovia. Já viu vários acidentes, mas nenhum foi próximo de sua casa.

A televisão é um dos divertimentos preferidos dos moradores. Para que o aparelho funcione quase toda a semana, seu Francisco Ferreira vai até o centro da cidade recarregar a bateria para que seus sete filhos possam ver o que acontece no mundo. Mas infelizmente, há duas semanas, um raio  queimou o único aparelho eletrônico da casa. Agora quando escurece todos já vão dormir.

pb1500951

A TV de sete polegadas é o único entretenimento da casa e está quebrada.

O rio que fica  a  quinhentos metros da casa tem várias funções. Serve para lavar roupa, tomar banho, pescar e nadar. As crianças adoram pescar, todo final de semana seu Francisco e elas voltam com uma bolsa cheia de peixes que são devorados no mesmo dia.

São cinco filhos menores de idade que têm suas vontades de criança, adoram chocolates e sonham com brinquedos.

Giliardi Anderson

Anúncios

Comentários»

1. kamila bergamini carneiro - março 25, 2013

nossa e a gente ainda reclamando do que tem eu estou chega ,assim,emocionada!

2. Ana - março 5, 2014

Nossa verdade Kamila! tanta gente reclamando em quanto também na áfrica todos passam fome e morre de sede!que vergonha deste país!

gabriel - março 10, 2014

e verdade Ana e Kamila estamos decepcionados com o brasil


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: