jump to navigation

Festival de Teatro de Pinhais termina com grande festa novembro 13, 2008

Posted by robsoncustodio in Cultura, Eventos, Pinhais.
Tags: , , , ,
trackback

Longa, tenebrosa e entusiástica. Assim foi a noite da quarta-feira (5) para os grupos reunidos no Centro Cultural Wanda dos Santos Malmann em função da cerimônia de premiação do III Festival de Teatro de Pinhais (Fetepi). Após uma bela semana de apresentações, e de grandes esforços, chegou o momento que muitos aguardavam. Ansiedade à tona, com certo nervosismo, a ponto de explodir, disfarçado com sorrisos e grandes gargalhadas. A diretora de Divisão Cultural, Kátia Regina Lainetti Boeng foi a responsável pela intermediação.

Robson Custódio.

Os grupos se reuniram no Centro Cultural, em Pinhais, para participar da cerimônia de premiação. Foto: Robson Custódio.

Antes de iniciar a divisão amadora, novamente a Cia de Dança Clássica de Pinhais se apresentou, mas desta vez com o Tango. A dança exótica e sensual deixou a platéia eufórica, todos se agitavam no ritmo de “Pa’bailar” do grupo Bajofondo, música de abertura da novela “A Favorita”.

O primeiro grupo a receber um prêmio foi Os Bacantes na categoria iluminação, com a peça “O Repouso de Adônis”. Eles receberam mais três prêmios – Cenografia, Sonoplastia e Ator Coadjuvante – foram os mais premiados da divisão. “É maravilhoso participar e ainda ser premiado, o grupo mereceu cada premiação”, fala o maquiador, figurinista e ator Sérgio Prussak. Além disso, a equipe se destacou também neste ano, no III Festival de Teatro de Colombo (Feteco). Ganharam com a peça nas categorias iluminação, melhor ator, melhor direção e melhor espetáculo.

Plena satisfação

Já Cleiton Amorin da Companhia Teatral de Teatro, não só foi indicado, como ganhou a categoria melhor ator, um dos mais relevantes do festival.”Eu já recebi alguns prêmios em outros municípios, mas aqui tem um valor muito especial, hoje estou em êxtase”, fala o ator que participou do espetáculo vencedor em 2007, “O Grande Vampiro”. “Sinto-me com o trabalho realizado, por receber o prêmio de melhor ator no meu município, que é o lugar que eu mais dou valor e é onde eu quero ficar”, conclui Amorin.

“Sempre tem que ter um ganhador e perdedor, os que não ganharam ficam um pouco chateados, porém a gente espera que no próximo ano eles venham melhores”, comenta a diretora de Divisão Cultural Kátia Boeng. “Para aqueles que começam agora, trabalhem muito, não pensem somente em competir, mas pensem no trabalho do teatro antes de qualquer coisa você tem que gostar daquilo que você faz e fazê-lo bem feito”, finaliza a diretora.

Fabiane Ferreira foi uma das juradas no Fetepi e assegura que foi uma tarefa difícil julgar as equipes, segundo ela houve um páreo duro em algumas categorias. “Fomos bastante precisos, cuidadosos para não pecar em nenhuma parte, já tínhamos esquematizado como seria o julgamento, pra nós teria que chegar o mais próximo do perfeito”, alega Fabiane. “Até procuramos dar um destaque para Federal, que mereceu ser o ‘mega’ e demos assim oportunidade para os outros que é importante também à participação deles”. A jurada ainda conta que o quesito que mais pesou foi o tempo. “Teve grupos que perderam a oportunidade de levar o prêmio por ter excedido no tempo”, conclui.

Robson Custódio

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: