jump to navigation

Mais lojas relacionadas a carros que escolas outubro 26, 2008

Posted by taynasaldanha in Capão da Imbuia, Comércio.
trackback

Comércio na Rua Nivaldo Braga
Comércio na Rua Nivaldo Braga, no Capão da Imbuia.

 O comércio  no Capão da Imbuia é pouco desenvolvido. O número de habitantes, 21 mil segundo dados de 2007 do Istituto de Pesquisa e Planejamento urbano de Curitiba (Ippuc), não é pequeno, mas a maioria dos moradores prefere fazer suas compras em outros bairros ou no Centro.

A advogada Maria Ângela de Souza, moradora do bairro há mais de 20 anos, diz que só faz compras rápidas e de coisas pequenas perto de casa. “Aqui no Capão eu só compro coisinhas como pão depois do trabalho. Outras coisas como compras grandes de supermercado e roupas não dá, prefiro ir ao Centro ou ao shopping”.

Os 3,136 milhões de metros quadrados do bairro têm somente 733 estabelecimentos de comércio, de acordo com o Ippuc. Existe apenas uma agência bancária, três supermercados, um posto de saúde e dez instituições de ensino, entre outros. A infra-estrutura comercial do bairro é pequena, tendo em vista o número de habitantes, ja que o comércio do bairro representa 1,51% do comércio de Curitiba, segundo a Prefeitura. 

Os comerciantes do Capão da Imbuia trabalham, na maioria, com estabelecimentos de pequenos porte, com produtos que as pessoas procuram para suprir necessidades rápidas em casa, como padarias, açougues, banquinhas de revista e outros. As ruas que mais têm esse tipo de comércio são a Nivaldo Braga e Leopoldo Belzack. Os moradores preferem fazer compras grandes de supermercado em outros bairros, ou coisas pessoais como roupas em shoppings.

Mercado de automóveis

Um tipo de comércio  que se desenvolveu bem foi o relacionado a automóveis. Talvez pela proximidade de intiuições como o Detran, o Pinheirão e o Feirão de Carros. Há cerca de 25 estabelecimentos entre auto-escolas, estacionamentos, postos de combustível e transporte (dados do Ippuc de 2007). O número desses estabelecimentos representa mais do que o número de escolas (10), clinicas (2), posto de saúde (1) e dentistas (10) juntos.

O empresário Daniel de Castro, dono da revenda de carros DeCastro, garante que 70% de suas vendas são para pessoas que moram em outros bairros. “A grande maioria dos carros que vendo são para pessoas de outros bairros que vêm pra cá por causa do número de lojas desse segmento. Poucos são os carros para os moradores daqui”.

Tayná Saldanha

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: